Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

O presidente do Santos, José Carlos Peres, está em Belo Horizonte para prestigiar a comissão técnica e o elenco antes da decisão contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, no Mineirão, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na Vila Belmiro, o Peixe perdeu por 1 a 0.

Como o clube viveu semanas conturbadas, o alvinegro vinha sendo representado pelo vice-presidente Orlando Rollo e o executivo de futebol Ricardo Gomes nas viagens. Agora, diante de situação um pouco mais tranquila, Peres viajou. Essa era uma cobrança de parte da diretoria e conselheiros.

A “calma” vem de uma liminar expedida pela Justiça de São Paulo na última semana. A decisão travou os processos de impeachment e fez a votação do dia 30, no Conselho Deliberativo, ser adiada, sem nova data marcada. O presidente alegou que não recebeu todos os documentos da Comissão de Inquérito e Sindicância, responsável por analisar se houve irregularidades no início da gestão de Peres.

O mandatário pediu à Justiça tempo para incluir novas datas no processo e foi atendido. Há dois pedidos de impeachment em aberto e ambos se baseiam em um possível descumprimento de normas do Estatuto Social do clube. Se aprovados na reunião a ser marcada pelo presidente Marcelo Teixeira, uma assembleia geral com os sócios será convocada para ratificar ou não a decisão dos conselheiros.

O Conselho Deliberativo irá se encontrar na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, mas o impeachment não está em pauta. As contas do ex-presidente Modesto Roma e uma comissão para acompanhar o uso do dinheiro da venda de Rodrygo ao Real Madrid-ESP são dois dos assuntos. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share