Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informa que a Corregedoria-Geral do Sistema irá instaurar procedimento administrativo para apurar a ocorrência envolvendo o cinegrafista da TV Band, Jackson Rodrigues, e o oficial da Polícia Militar (PM), tenente Carlos Eduardo Esteves Zedor, registrada na manhã desta quinta-feira (27).

O comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Almir David, afirmou que a corporação respeita o direito de liberdade de imprensa e que não compactua com qualquer tipo de censura ao trabalho dos profissionais de comunicação.

Ele ressaltou, ainda, que os policiais militares são capacitados para seguir procedimento padrão no atendimento de ocorrências em via pública, como no caso do duplo homicídio no bairro Cachoerinha, zona Sul. Entre os procedimentos está o isolamento completo da cena do crime para facilitar o trabalho de investigação que deve ser feito pela Polícia Civil.

O delegado plantonista da Polícia Civil do Amazonas, Cícero Túlio, registrou no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) sobre o ocorrido. Um TCO foi assinado pelo cinegrafista Jackson Rodrigues por lesão corporal e dano ao equipamento de trabalho. O outro TCO foi assinado pelo tenente PM Carlos Eduardo Esteves Zedor por desacato de autoridade. Jackson Rodrigues foi liberado e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •