Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

O deputado estadual José Ricardo (PT) realizou na manhã desta sexta-feira (8) inscrição como pré-candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores, entregando documento ao Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) da sigla, com assinatura de apoiadores do Diretório Estadual, conforme prevê o Estatuto do Partido, além de solicitar que possa utilizar o número 1313 na disputa pelo cargo nas próximas eleições. A data de hoje também coincide com a inscrição da pré-candidatura de Lula no PT Nacional à presidência da República.

“Esse é um ato de inscrição de registro como pré-candidato a deputado federal, com apoio de membros da executiva estadual. Hoje, Lula também está sendo inscrito como pré-candidato à presidência. Ele que é um preso político porque querem impedir que seja candidato, enquanto o povo continua o colocando em primeiro lugar nas pesquisas, com 39%, contra 30% do somatório de todos os outros pré-candidatos. Reafirmo o meu compromisso de estar junto na luta do PT, em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras deste País, de estar sempre na luta prestando contas do mandato e de termos participação expressiva nestas eleições”, declarou José Ricardo, ressaltando que a decisão da disputa pelo cargo é estratégico para atender decisão do PT Nacional em priorizar parlamentares para o Congresso Nacional, devido atual conjuntura política que se encontra o País.

Na ocasião, estiveram presentes o ex-deputado federal Praciano, pré-candidato ao Senado; o secretário geral do Partido, ex-vereador Waldemir José, pré-candidato a deputado estadual, o ex-senador João Pedro, também pré estadual, como ainda a militante do movimento de moradia, Cristiane Salles, pré estadual; e um dos fundadores do PT do Amazonas, José Barroncas, pré-candidato ao Governo do Estado, além de membros da direção do Partido e militantes.

Praciano destacou a importância do Partido lançar pré-candidatos, como José Ricardo, que possam lutar junto com a ideologia da sigla, em defesa das classes trabalhadoras. “Também já me inscrevi como pré-candidato ao Senado porque quero colaborar com o PT, que precisa ganhar força e ter mais representatividade no Congresso Nacional”.

Para Waldemir José, que também confirmou sua pré-candidatura a deputado estadual, a maioria do Congresso Nacional eleito em 2014 está apoiando o desmonte do país, a retirada de diretos dos trabalhadores brasileiros, a entrega das riquezas do país aos estrangeiros e, recentemente, a tentativa de destruir a Zona Franca de Manaus (ZFM). “Diante do grande retrocesso que estamos vivendo no Brasil, é importante que tenhamos candidaturas que representem os interesses do trabalhador. Nesse período de eleição, sempre aparecem candidatos dizendo que defendem os trabalhadores, mas na prática sempre votam e apoiam os patrões. E o deputado José Ricardo tem toda uma história política em defesa dos direitos dos trabalhadores e da população, como também o Praciano que, durante seus mandatos de deputado federal, esteve na defesa dos interesses do nosso Estado”, afirmou.

Já a diretora executiva do PT/AM, Gilza Batista, enfatizou que a disputa eleitoral deste ano é muito importante, não somente para o partido, mas principalmente para o país que está sofrendo retrocessos com o atual Governo Federal. “Lembro que durante os Governos do PT o número de empregos na ZFM saiu de 40 mil para 120 mil. Mas hoje esse número caiu significativamente. Precisamos de deputados federais comprometidos com nosso estado”, afirmou Gilza, referindo-se ao papel importante de José Ricardo na Câmara Federal, defendendo os interesses do estado, uma vez que já vem fazendo durante todo deu mandato de deputado estadual.

Movimentos em apoio

O coordenador do Sindicato dos Petroleiros (SindPetro), Acácio Carneiro, disse que José Ricardo e Praciano sempre apoiaram a luta dos trabalhadores do setor, como também das demais categorias, e que estarão os apoiando nesta eleições. “Precisamos manter as lutas do PT e trocar essas representações federais que temos hoje, quase todos golpistas. Agora, ele dizem que o Temer deu um golpe no Amazonas ao reduzir os incentivos para o polo de concentrados, mas esquecem que ajudaram a derrubar a presidenta Dilma. Chega desse povo no poder. Temos que ter renovação. À luta, companheiros”, discursou.

Para a militante do movimento de moradia, Cristiane Salles, o momento atual é histórico, onde a maioria da população envergonha-se com os políticos que representam hoje o país. “Precisamos de políticos que defendem as necessidades do povo. Por isso, a importância de termos candidatura própria, de elegermos Lula presidente, José Ricardo deputado federal e Praciano senador. Eu me coloco como pré-candidata a deputada estadual. Estamos juntos nesta luta”.


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share