A advogada Luciana Pires, fez a denúncia contra Rafael Romano (no detalhe) em uma postagem no Facebook (Montagem Fato Amazônico)
Compartilhe
  • 137
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    137
    Shares

Em depoimento prestado nesta quarta-feira (21), por volta de 11h, a Francisco Lázaro de Morais Campos, do Gabinete de Assuntos Jurídicos Criminal, do Ministério Público do Amazonas, a adolescente de 15 anos, filha da advogada Luciana Pires, confirmou a denúncia da mãe de que o avô, o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Amazonas, Rafael de Araújo Romano, abusava dela, sexualmente, desde os sete anos.

De acordo com a neta do desembargador, os abusos contra ela começaram quando tinha entre 7 e 8 anos de idade quando sua mãe teve de ir para São Paulo e ela e o irmão tiveram de ir para casa do avô, Rafael Romano.

Em seu depoimento, a adolescente declarou que todas as vezes que ela fazia suas necessidades fisiológicas era o avô a quem a limpava, embora passasse mais tempo tocando na vagina dela do que propriamente limpando seu ânus.

A vítima afirma que certo dia, quando ainda estava na casa do avô,  o desembargador aposentado começou a massagear os pés dela e logo iniciou carícias nas pernas até chegar as partes íntimas da menina.

A adolescente confirmou, ainda, conforme denúncia de sua mãe, no depoimento prestado ao Ministério Público, de que depois que ela, a mãe e o irmão foram morar em Fortaleza, voltou a ser abusada pelo avô Rafael Romano em uma de suas visitas a capital cearense.

Denúncia no Facebook

A denúncia contra Romano, foi postada por Luciana Pires, em sua página do Facebook onde ela diz: “Vcs sabem q não sou de me expor, nem aqui nem em outros lugares… hoje venho fazer o contrário, venho expor a todos o horror q tenho passado nessa semana com o desabafo e o pedido de socorro de minha filha. Ela foi vítima da pior crueldade q uma criança pode passar, um monstro horroroso que na situação de AVÔ PATERNO usou disso p MOLESTAR, ABUSAR das piores formas possíveis da própria neta, dentro de casa, no convívio familiar onde pensamos q nossas crianças estariam em segurança”.

Em seu desabafo ela continua: “Sim meus amigos o AVÔ o Desembargador aposentado RAFAEL DE ARAÚJO ROMANO molestava a própria neta ! Um monstro q se dizia honrado, honesto, defensor das crianças, é um PEDÓFILO desgraçado, um monstro q precisa ser tirado da sociedade.

Peço a todos vcs q lutem, que clamem justiça por Maria e q orem a Deus por ela !”.

Defesa

O advogado José Carlos Cavalcanti, responsável pela defesa do desembargador aposentado, Rafael Romano disse que seu cliente nega todas as acusações e tanto ele quanto a família se dizem surpresos em relação às declarações feitas por sua ex-nora Luciana Pires, no Facebook e principalmente da adolescente em depoimento ao Ministério Público.

De acordo com o advogado, como não existe nenhuma notificação feita pelo Ministério Público ou Polícia Civil, Rafael Romano irá aguardar o posicionamento da acusação.

O advogado informou ainda que Luciana está em processo de separação do filho do magistrado aposentado. “Não sabemos também se houve influência ou até coação da acusação junto com a menina. Acreditamos que possa ser uma espécie de vingança contra todos os acontecimentos do divórcio”, afirmou.

 


Compartilhe
  • 137
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    137
    Shares