Na manhã deste sábado, 18, moradores do município de Pacaraima, cidade brasileira que faz fronteira com a Venezuela, localizada no Norte de Roraima, revoltados com um assalto onde um comerciante identificado apenas por “Raimundo”, foi violentamente espancado dentro do estabelecimento comercial, onde também reside, resolveram realizar uma manifestação contra os imigrantes venezuelanos supostamente envolvidos no crime.

Revoltados, os moradores, invadiram um acampamento e colocaram os imigrantes venezuelanos para correr e atearam fogo nas barracas. 

Os moradores afirmam que a motivação do movimento ocorreu após o espancamento de um dos comerciantes de Pacaraima que foi removido as pressas para o Hospital Geral de Roraima (HGR) na noite de sexta-feira.

“Vamos permanecer o dia todo, pois essa noite [17 de agosto] mais um morador de Pacaraima foi vítima do vandalismo de alguns imigrantes que atravessam a fronteira para cometer crimes. Eles renderam a família toda e o espancaram. Ele foi mais uma vítima e precisamos que as autoridades tomem providências”, disse um morador em entrevista ao jornal Folha de Boa Vista. (Com informações da Folha de Boa Vista)