Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O meia Cleitinho é uma das armas do Manaus FC para o desafio deste domingo, 1 de julho, a partir das 18h30 (de Brasília), contra o Imperatriz. O duelo no estádio Frei Epifânio é válido pela ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D de 2018.

Natural do Maranhão, Cleitinho jogou no Sampaio Corrêa por sete anos e conhece muito bem o território do adversário do Gavião do Norte. O meia aponta o apoio da torcida da cidade de Imperatriz como um dos pontos fortes do grupo, além de ter citado atletas que vêm se destacando no “Cavalo de Aço”.

“É um adversário muito forte que sempre está brigando por títulos no Estadual e que, além disso, tem uma torcida apaixonada que vai ao estádio e joga junto com o time. Eles têm vários jogadores que preocupam como o artilheiro da competição, Júnior Chicão, e um meio campo muito forte com Clóvis, Daniel Barros e Eloir”, comentou Cleitinho.

Apesar da força do Imperatriz, o meia do Gavião do Norte esbanja otimismo e acredita num resultado positivo no Frei Epifânio. A partida de volta está marcada para o dia 8 de julho, a partir das 18h (de Brasília), no estádio da Colina, Zona Oeste da capital amazonense.

“Temos também jogadores de qualidade e vamos procurar neutralizar os pontos fortes do adversário. O torcedor do Manaus FC e os demais torcedores do Amazonas podem confiar no nosso time que estamos numa crescente. É importante conseguir um bom resultado lá para jogar aqui o jogo do acesso com casa cheia”, concluiu o camisa 7 do Manaus FC.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •