As autoridades da China anunciaram nesta sexta-feira (19/10), a prisão do ex-vice-ministro das Finanças, Zhang Shaochun, por um suposto crime de suborno, meses depois que saber que estava sendo investigado dentro da campanha anticorrupção do governo do presidente Xi Jinping.

Zhang exerceu o cargo de vice-ministro das Finanças entre novembro de 2006 e março de 2018, quando foi afastado por conta da investigação da Comissão Central de Disciplina do Partido Comunista por “sérias violações dos regulamentos e da lei”.

A Procuradoria do Povo afirmou hoje que a investigação já foi concluída e que, de acordo com a lei, foi decidido que Zhang fosse preso por um possível crime de suborno.

A campanha anticorrupção lançada pelo pelo presidente da China desde sua posse, em 2013, já puniu mais de 1,5 milhão de nomes importantes do Partido Comunista, incluindo alguns dos mais poderosos líderes políticos e militares da última década. (EFE)