Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para ampliar as ações de varredura vacinal contra o sarampo, a Prefeitura de Manaus irá instalar postos de vacinação em pontos estratégicos no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. O público-alvo são pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos que não receberam a vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba, nas varreduras de casa em casa realizada no bairro e que já atingiu 392 quarteirões. A nova estratégia também será ampliada para o bairro Cidade Nova, na zona Norte, onde também está ocorrendo varredura vacinal e que chegou a 296 quarteirões.

A ação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai acontecer de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h, e aos sábados, das 8h às 13h, com postos atendendo a população em locais como mercearias, residências e igrejas. Uma equipe de saúde fará a avaliação da situação vacinal e a recomendação é para que a população apresente, preferencialmente, o cartão de vacina e um documento de identidade.

A estratégia foi definida durante reunião de avaliação da segunda etapa do Plano de Intensificação Contra o Sarampo em Manaus, iniciado no dia 16 de julho, e que foi realizada na noite de quinta-feira, 26/7, com a presença de representantes da Semsa, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Durante o encontro, técnicos dos Distritos de Saúde (Disas) Leste, Oeste, Sul, Rural e Norte apresentaram uma avaliação das ações realizadas em cada zona de Manaus.

“A reunião foi programada para discutir o resultado inicial da varredura, ouvir os profissionais dos Distritos de Saúde, que executam as ações nos bairros, sobre os avanços, as dificuldades e problemas enfrentados. A partir dessas informações, estabelecemos novas estratégias e uma delas é a instalação de postos estratégicos em localidades dentro do bairro para atender a população”, explicou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Outra estratégia a ser adotada é o reforço de equipes de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que estão recebendo uma grande demanda. Vale destacar, que a prefeitura mantém dez UBSs funcionando em horário ampliado, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h e, aos sábados, das 8h às 12h, inclusive com vacinação, neste caso, das 8h às 20h e, aos sábados, das 8h às 11h.

Recursos humanos

Na reunião de avaliação, a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, anunciou que a OPAS contratou 50 profissionais que irão colaborar com a Prefeitura de Manaus no trabalho de digitação para o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI). “Os digitadores irão atuar nos Distritos de Saúde e no Devae, inserindo os dados no sistema para ajudar na qualificação das informações, o que vai contribuir para uma avaliação mais exata da situação vacinal da população”, explicou Marinélia.

Além das ações de varredura vacinal no Jorge Teixeira e no Cidade Nova, a Semsa segue realizando ações em escolas. A meta é vacinar alunos de 323 escolas municipais. Equipes da FVS estão realizando a mesma ação em 234 escolas estaduais.

Casos

O 20º Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo, divulgado na última segunda-feira, 23/7, aponta que Manaus registra 519 casos confirmados da doença. No total, desde fevereiro, Manaus tem 3.528 notificações de sarampo, o que inclui os 519 casos já confirmados, os 2.890 que estão em investigação (aguardando o resultado laboratorial) e 119 que foram descartados.

Por local de residência, das 3.528 notificações, o Informativo Epidemiológico mostra que a zona Norte registra 1.322 casos notificados, a zona Leste tem 1.174, zona Oeste com 478, zona Sul com 508 e zona Rural com 46 casos.

O próximo informativo, com dados atualizados, será divulgado na próxima segunda-feira, 30/7.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •