Gracyellen Sinaira Rodrigues, 17, foi morta com nove tiros na noite de quinta-feira (26), na rua São João, bairro Zumbi, Zona Leste de Manaus. No momento em que foi atingida, Sinaira estava com o filho no colo e acompanhada de uma irmã.
Apesar de estar com o filho no colo, apenas a adolescente foi atingida. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Segundo testemunhas, dois homens não identificados teriam parado uma motocicleta ao lado da vitima e o carona efetuado os disparos.  Segundo a polícia, a vítima teria envolvimento com tráfico de drogas na área. 

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima já havia sido sequestrada e torturada durante dois dias, por ser suspeita de ter participado de um homicídio em uma chácara, na BR-174, em maio do ano passado. Segundo a irmã, ela negava participação no crime.

A irmã da vitima disse que Sinaira vendia e era usuária de drogas e estava sofrendo ameaças de morte.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso deve ser investigado pela DEHS.