Compartilhe
  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    5
    Shares

Considerado um dos fenômenos da nova geração da “arte suave” no País, o amazonense Micael Galvão, de 14 anos, conquistou mais uma vez o Campeonato Estadual organizado pela Federação de Jiu-Jítsu do Amazonas (FJJAM).

Depois de uma temporada de 10 meses treinando nos Estados Unidos na renomada academia Alliance/Cobrinha BJJ, o jovem guerreiro da faixa verde fez o dever de casa no retorno aos combates na terra natal. Foram três vitórias por finalização na categoria superpesado, com imposição um misto de força física e técnica apurada no tatame.

“Foi um campeonato legal, voltar para o Brasil, voltar para a terra natal que é o Amazonas e lutar mais uma competição é sempre uma energia bem positiva, bem animada. Foram três lutas bem duras, mas conseguir impor meu jogo e finalizar os três adversários”, comentou Micael Galvão, que competiu o Campeonato Amazonense pela Nabil JJ.

O menino prodígio, que é filho do faixa preta Melquisedeque Galvão, destacou a evolução na carreira com a experiência obtida na América do Norte. Com foco na profissionalização, ele disse que a meta deste ano é a conquista do Velho Continente.

“A gente passou, em média, 10 meses lá (nos Estados Unidos). Digamos que foi bem produtivo, que eu consegui evoluir bastante, participei de algumas competições de adultos também e deu para pegar bastante técnica e evoluir bastante fisicamente. Em maio a gente volta para os Estados Unidos e depois a meta é participar do Campeonato Britânico, do London Open, enfim, dos eventos na Europa”, concluiu o fenômeno do jiu-jítsu amazonense.


Compartilhe
  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    5
    Shares