Compartilhe
  • 145
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    145
    Shares

Ficou para a próxima semana a votação do plenário do Senado sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 77/2018, que viabiliza a privatização das concessionárias da Eletrobras. Uma delas é a que distribui energia ao Amazonas. A matéria seria apreciada na quarta-feira (10/10), mas não houve quórum suficiente, o equivalente a 41 senadores.

Presente à ordem do dia em que poderia ocorrer a votação do projeto, o senador reeleito Eduardo Braga (MDB/AM) reafirmou sua disposição para evitar que ele seja aprovado na Casa. “A luta continua. Esperamos que essa matéria não passe. É necessário rediscutir com o novo governo um novo cenário para o setor elétrico, que seja mais justo e correto para o consumidor e para os trabalhadores que nele atuam” disse o parlamentar amazonense.

Agradecimento – Na mesma sessão, Eduardo foi à tribuna agradecer ao povo amazonense pela oportunidade de continuar a defender os interesses do estado na câmara alta do Poder Legislativo. No domingo (07/10), ele conseguiu a reeleição com 607.286 votos, o corresponde a 18,45% do total de votos válidos.

“O povo nos possibilitou voltar a esta Casa para que, de forma independente e corajosa, continuemos a atuar em favor o Amazonas e modelos que possam voltar a gerar emprego, desenvolvimento e renda”, disse. “Foi uma eleição desafiadora, em que os demais concorrentes ao Senado honraram o debate e a disputa”, completou.


Compartilhe
  • 145
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    145
    Shares