Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Gerar oportunidades aos jovens no mercado de trabalho, a partir de um conjunto de ações transversais nas áreas da educação, esporte e cultura, é o ponto central das políticas de juventude apresentadas na noite de sábado (15) pelo candidato ao governo do Estado pela coligação Renova Amazonas, David Almeida (PSB). O conceito foi apresentado durante reunião com a juventude do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e convidados.

O encontro foi realizado na Arena 40, sede do PSB, e contou com a presença do presidente de honra do PSB, deputado Serafim Corrêa; do presidente estadual da legenda, Marcelo Serafim; e do deputado e candidato à reeleição Platiny Soares, também membro da executiva do partido.

David frisou que, seu plano de governo prioriza três pilares para o fortalecimento de políticas públicas efetivas para a juventude: educação de qualidade; esporte; cultura e lazer e capacitação para geração de emprego e renda.

“Um dos melhores caminhos para transformar a sociedade é a educação e o esporte. Temos exemplos como José Aldo, que é de um bairro simples de Manaus, cresceu através do jiu-jítsu e hoje é campeão de MMA reconhecido mundialmente. Nós iremos preparar nossos jovens para o futuro em diversos segmentos”, enfatizou.

David disse que, em conversa recente com José Aldo – que esteve em Manaus para confirmar apoio à sua candidatura -, o atleta afirmou que, sem o esporte, talvez seu futuro estivesse comprometido, como ocorre hoje com a maioria dos jovens das periferias. “Iremos fazer de Manaus a capital do esporte e transformar o Amazonas num Estado referência no setor. Nossos atletas estão indo para fora do país, porque aqui não tem incentivo. Não é promessa, é compromisso”, garantiu.

No campo da educação, David frisou que vai ampliar a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), para mais municípios e fortalecer as unidades polos da instituição. Um dos principais compromissos será o de dotar essas unidades de mais cursos de graduação, como forma de criar oportunidades para os jovens em áreas específicas voltadas para as potencialidades econômicas do município e da região, de modo que esses jovens se especializem e sejam empregados ou empreendedores em sua formação acadêmica, dentro de suas cidades.

“No nosso programa de Zoneamento Econômico Ecológico, o fortalecimento das unidades polos da UEA, no interior do Amazonas, terá papel fundamental na formação da juventude amazonense de acordo com o seu potencial e, principalmente, com a potencialidade do seu município. A UEA vai formar veterinários onde a pecuária é mais forte, engenheiros de pesca onde há esse mercado e assim por diante, sem esquecer de ofertar cursos como direito e medicina, de acordo com o nosso plano de diversificação dos cursos da UEA no interior”, explicou David.

No ensino fundamental, David disse que o seu projeto de Estado visa a transformar a escola do ensino médio em uma formadora de empreendedores, principalmente os Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis). “Precisamos levar para dentro das escolas uma formação além da grade curricular comum. Os dias de hoje nos exigem preparação para empreender no mercado. Vamos trabalhar por esse novo modelo de educação”, comentou David.

A estudante Kamila Silva, 18, ficou satisfeita ao ter conhecimento que David vai criar programas para fomentar o empreendedorismo nas escolas estaduais. “É muito importante saber que tem uma proposta séria para os alunos poderem se capacitar dentro da escola e já ter uma chance no mercado de trabalho. Acredito que, com isso, o número de desempregados vai reduzir bastante”, observou a estudante do terceiro ano do ensino médio.


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share