Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares

Para além dos chavões sobre a conduta de sua vida, Catra deixa como legado uma visão pouco conhecida do grande público, a luta pela liberdade. O músico era formado em direito, fluente em quatro idiomas e não fugia de temas polêmicos.

Há cerca de dois anos, Mr. Catra exaltou a necessidade da sociedade entender e respeitar a diversidade de escolhas e lutar contra a homofobia.

“Homossexual para mim é um gênero. Ninguém vira homossexual. A criança nasce homossexual, assim como existe homem e mulher, existe o homossexual, é uma coisa natural”, declarou Catra em entrevista ao jornal Extra. A postura de Catra foi uma resposta ao conceito da cantora e apresentadora Mara Maravilha de que a orientação sexual de um indivíduo poderia ser definida com uma simples escolha.

O funkeiro não se furtou de falar sobre as consequências de seus atos no surgimento do câncer. Em 2017, ele deu entrevista no programa de Luciana Gimenez e refutou a visão de que estaria sendo punido por Deus. Entre alguns pontos, Catra salientou os efeitos negativos do estilo de vida, permeado com o consumo excessivo de álcool e cigarros.

“A colheita é conforme a plantação, não tem jeito. Não foi Deus quem deu essa enfermidade, a culpa é minha. Foi álcool, noites de sonos perdidas. É o pior veneno de todos. Eu descansava, não dormia. Agora as coisas estão retomando aos eixos. Do mesmo jeito que contraí esse câncer, Deus vai vir com a cura”.

Mr. Catra era alvo recorrente de perguntas sobre o excesso de filhos. Ao longo da vida, o artista foi associado com a falta de seriedade. Discussões sobre certo e errado de lado, Catra sempre fez questão de exaltar o amor que dava para suas crias. Em 2016, ele até estrelou uma campanha de Dia dos Pais.

Em entrevista ao Ego, o artista disse saber o nome de todas as crianças e que não se considerava o ‘Catra da mulheres’ mas sim o‘Catra dos meus filhos’.

“Foi emocionante demais. Eu estava passando por um momento um pouco difícil, com pessoas que aprontaram pra mim e, de repente, descubro essa benção. Filho é sempre uma alegria. Não descobri os dois no mesmo dia, foram duas surpresas muito agradáveis. Tenho 30 filhos e faço questão de dar o mesmo amor para todos. Todo mundo vê muito o Catra das mulheres, eu sou o Catra dos meus filhos. Vivo cada dia da minha vida para dar o melhor pra eles. Se tiver que trabalhar doente, de cama, eu vou. Meu maior sonho é ver todos eles encaminhados”, revelou.

Mr. Catra, que começou a carreira em uma banda de rock, foi velado em São Paulo e será também no Rio de Janeiro. O primeiro disco solo da carreira foi O Bonde dos Justos e um dos principais hits de sua história é Uh Papai Chegou.


Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares