A última semana de convenções para que os partidos decidam seus candidatos nas eleições trará definições importantes para o cenário amazonense.

Até esta segunda-feira (30), cinco partidos haviam lançado candidatos, PSD, PDT, PSB, PSC e o PSTU. O período para fechar alianças termina no domingo, 5 de agosto.

Destes apenas Amazonino Mendes, Wilson Lima e o servidor público Sidney Cabral, do PSTU estão com os vices definidos.

Amazonino tentará a reeleição tendo a seu lado na disputa a ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), o nome dela foi lançado na convenção de ontem (29).

O jornalista Wilson Lima, confirmou sai candidatura na convenção no último sábado (28), onde nome do defensor público Carlos Almeida, do PRTB, foi confirmado como o vice da chapa.

Sidney Cabral vem para a disputa tendo a seu lado a ativista do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados, Maria Auxiliadora Oliveira de Castro.

A principal indefinição na chapa de David Almeida (PSB) e do senador Omar Aziz (PSD) é o posto de candidato a vice-governador. As duas siglas, PSB e PSD realizarão suas convenções nesta semana.

David Almeida, que já conta com certa a aliança do Avante de Podemos, aguarda uma definição do PT para anunciar seu vice. O senador Omar Aziz, do PSD, que tem o apoio do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, líder do PSDB no Amazonas, também não anunciou o vice, mas todos falam que o ninho tucano será quem indicará o nome.

Nos bastidores políticos fala-se em dois nomes, do deputado federal Arthur Bisneto e do vice-prefeito Marcos Rotta, os dois do PSDB.

A lei eleitoral determina que o registro das candidaturas seja feito até 15 de agosto.