Caras – MC Gui resolveu usar sua redes sociais para desabafar com os fãs e explicar as grande polêmica em que ele e família foram envolvidos após uma operação policial apontar seu envolvimento com ações ilegais. “Em respeito aos meus fãs, familiares, amigos, imprensa, profissionais que trabalham comigo, contratantes e seguidores, venho por meio desta nota esclarecer sobre a terrível polêmica envolvendo o meu nome. Quem me acompanha sabe que a minha vida desde cedo sempre foi muito exposta, sempre compartilhei com todos minhas dores, conquistas e vitórias. Sou uma pessoa honesta e íntegra, sempre trabalhei duro para conquistar tudo o que tenho hoje, e graças ao meu trabalho eu e minha família temos tudo o que precisamos. Eu jamais colocaria minha tão sonhada carreira em risco para me envolver em qualquer coisa ilegal e suja”, disse.

Segundo informações, a polícia teria encontrado cocaína dentro da produtora do artista durante uma busca gerada a partir de uma investigação criminal, o que foi negado por ele ao relembrar a morte do irmão. “Eu nunca vou me esquecer nem por um segundo que eu perdi meu irmão, primo e amigos por conta das drogas, elas só trouxeram dor e sofrimento à minha família”, escreveu. 

Gui se isentou das acusações e declarou que acredita na competência das autoridades para descobrir os verdadeiros culpados pelo crime e se desculpou por estar longe do país no meio dessa confusão. “O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil, somente eles têm a competência e capacidade para resolver e mostrar para todos nós os verdadeiros culpados”, declarou. 

Quero aproveitar e pedir desculpas à todos por receberem essas notícias tão tristes e sujas envolvendo meu nome, peço desculpas também por estar longe, “Infelizmente tudo aconteceu bem nas minhas férias que já estavam programadas desde o início do ano, eu sempre usufruo entre os meses de outubro e novembro, pois final e início de ano a agenda é sempre muito cheia. Infelizmente eu não posso provar nada no momento, temos que aguardar porque somente a justiça pode esclarecer tudo para todos nós. Só peço à Deus forças e serenidade para passar por mais este obstáculo em minha vida e peço à vocês que me acompanham que também tenham calma porque logo logo tudo será esclarecido”, contou.

Após 3 meses de planejamento, a 3ª Delegacia de  Polinter (Polícia de Investigações Interestaduais), revelou que além da posse de drogas a empresa praticava golpes  anunciando falsos leilões de veículos luxuosos, nos quais o comprador depositava o dinheiro, mas não levava o produto.