Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cerca de três mil adolescentes, menores de 18 anos, segundo denúncia de um policial que não revelou a identidade dele (ver vídeo), se reúnem todos os finais de semana no posto de combustível Equador (Netão II), localizado na Avenida Timbiras esquina com a Rua Barão do Rio Branco, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

O encontro, de acordo com a narração do policial – sempre acontece em horário noturno -, não é de caráter religioso, esportivo ou educativo.

Lá, no posto da Timbiras, conhecido como “Bar do Netão”, meninos e meninas se encontram para ingerir bebidas alcoólicas, cheirar cocaína, fumar maconha, craque e consumir muitos outros tipos de drogas disponível naquele ambiente noturno, protegido, segundo insinua o policial anônimo, por figurões da sociedade.

“São 2 horas da madrugada. São mais de 3 mil jovens – todos menores. São milhares de jovens a usarem drogas e ninguém faz nada”, revela o policial que completa. “Por mais que queiramos fazer algo, os lá de cima impedem”.

Ainda de acordo com o policial, o poder público tem conhecimento  da situação e até hoje não discutiu nenhum programa voltado para controlar o problema que se arrasta há anos na Timbiras. “O Conselho Tutelar”? Nem pensar, explica.

Veja o vídeo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •