O prefeito da capital russa, Sergei Sobianin, foi reeleito com 70,04% dos votos na eleição deste domingo, segundo dados preliminares divulgados nesta segunda-feira pela Comissão Eleitoral de Moscou (CEM).

Estes resultados correspondem à apuração de 99% dos votos depositados nas urnas, em um dia no qual a participação foi de apenas 30,86% do número total de eleitores.

O presidente do CEM, Valentin Gorbunov, disse que as eleições transcorreram em um clima de absoluta calma e não foi registrado nenhum tipo de incidentes nos colégios eleitorais.

Sobianin, de 60 anos, um dos homens mais próximos ao presidente de Rússia, Vladimir Putin, em 2010 foi eleito para a Prefeitura de Moscou pelos membros da assembleia legislativa da cidade.

Três anos depois foi reeleito com 51,37% em eleições diretas, nas quais teve como principal rival o líder opositor Alexei Navalni, que conseguiu na época 27,24% dos votos.

Além de Moscou, 25 regiões da Rússia realizaram ontem eleições para governador, entre outros vários processos eleitorais regionais e municipais, incluindo pleito para escolher deputados para os órgãos legislativos de 16 regiões.

O prefeito da capital russa, Sergei Sobianin, foi reeleito com 70,04% dos votos na eleição deste domingo, segundo dados preliminares divulgados nesta segunda-feira pela Comissão Eleitoral de Moscou (CEM).

Estes resultados correspondem à apuração de 99% dos votos depositados nas urnas, em um dia no qual a participação foi de apenas 30,86% do número total de eleitores.

O presidente do CEM, Valentin Gorbunov, disse que as eleições transcorreram em um clima de absoluta calma e não foi registrado nenhum tipo de incidentes nos colégios eleitorais.

Sobianin, de 60 anos, um dos homens mais próximos ao presidente de Rússia, Vladimir Putin, em 2010 foi eleito para a Prefeitura de Moscou pelos membros da assembleia legislativa da cidade.

Três anos depois foi reeleito com 51,37% em eleições diretas, nas quais teve como principal rival o líder opositor Alexei Navalni, que conseguiu na época 27,24% dos votos.

Além de Moscou, 25 regiões da Rússia realizaram ontem eleições para governador, entre outros vários processos eleitorais regionais e municipais, incluindo pleito para escolher deputados para os órgãos legislativos de 16 regiões. (EFE)