A Prefeitura Municipal de Tonantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou no município uma campanha de combate e prevenção à hepatite. De acordo com o Prefeito Lázaro Martins, a meta é simplificar o diagnóstico, ampliar a testagem e fortalecer o atendimento às hepatites virais.

“Atualmente o tratamento disponível no SUS possibilita mais de 90% de chance de cura, pretende-se eliminar a hepatite C no Brasil até 2030. A ideia é simplificar o diagnóstico, ampliar a testagem e fortalecer o atendimento às hepatites virais”, destacou o prefeito Lázaro.

Segundo o secretário de Saúde de Tonantins, José Júlio Júnior, atualmente, a hepatite “C” tem o maior número de notificações dentre todas as hepatites.

“A hepatite C é uma doença silenciosa, não demonstra sintomas, e muitas pessoas têm o vírus da hepatite C e não sabem, então diagnosticar e tratar essas pessoas da forma mais rápida possível, é essencial para a qualidade de vida das pessoas de Tonantins e a saúde pública, pensamos assim e aderir cem por cento a campanha e com empenho e dedicação e o bom serviço prestado, por bons  e dedicados profissionais. Empenho de equipe e com apoio incansável do prefeito Lázaro Martins, e sua administração que jamais medem esforço, por esta qualidade de vida a seus munícipes”, enfatizou o secretário José Júlio Júnior.

A doença

A hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus A, B C, D e F, ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas.

Transmissão

Relações sexuais sem camisinha com uma pessoa infectada. Da mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação. Do compartilhamento de material para uso de drogas (seringas, agulhas, cachimbos), de higiene pessoal (lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, alicates de unha ou outros objetos que furam ou cortam) ou de confecção de tatuagens e colocação de piercings ou transfusão de contaminado.

Diagnóstico

É feito por meio de exame de sangue especifico, teste rápido para HB e HC ou exames sorológicos.

Prevenção

Basta tomar as três doses da vacina para hepatite B, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings. O uso do preservativo em todas as práticas sexuais.