Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares

César Augusto Araújo da Silva, 21, e Paulo Ricardo da Cruz Nascimento, 20, conhecido como “Dudu”, envolvidos no homicídio de Thalles Josafá da Silva Furtado, foram presos temporariamente por 30 dias.

O delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) informou que os mandados de prisão temporária foram expedidas no dia 4 de maio deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Jeff David Mac Donald disse que o crime aconteceu na manhã do dia 8 de agosto de 2017, às 8h30, na casa onde a vítima morava, situada na rua Malvino Reis Neto, bairro Colônia Santo Antônio, zona norte de Manaus. Thalles Josafá tinha 17 anos.

“No dia do delito, os infratores ficaram esperando o momento em que o pai da vítima saiu do imóvel. Após o homem deixar o lugar, a mãe do adolescente foi fechar o portão. Nesse momento, ela foi abordada por quatro homens, que invadiram a residência e anunciaram o roubo. Outros dois elementos ficaram do lado de fora da casa, sendo um deles um elemento identificado como ‘Dário’, que veio a óbito dias depois, atingido por arma branca, e outro indivíduo, que ficou dentro de um carro na contensão na rua”, explicou o delegado.

Conforme o titular da DEHS, no momento do crime, os infratores exigiram dinheiro que estavam em um cofre e, logo em seguida,agrediram a mãe da vítima e outras duas pessoas que estavam na casa. Mac Donald ressaltou que os infratores subtraíram do lugar uma moto da marca Honda, modelo XRE, além de celulares das vítimas e após o delito, quatro indivíduos empreenderam fuga do local na motocicleta roubada. 

“Momentos depois da fuga dos indivíduos, o pai da vítima retorna à casa, a vítima entra no veículo junto com mais um conhecido e, a partir disso, começa uma perseguição aos elementos. Os infratores entraram em uma rua sem saída e, então, começaram a efetuar vários disparos, que atingiram a vítima, que veio a óbito horas depois. Podemos constatar, por meio do termo de declaração prestado pelas testemunhas, que todos os infratores estavam armados”, disse Jeff David Mac Donald.

O delegado relatou, ainda, que, ao longo das diligências, a equipe da DEHS efetuou as prisões de Paulo Ricardo no dia 17 deste ano, no bairro Novo Israel, zona norte de Manaus, e de César Augusto no dia seguinte, no bairro Japiim, zona sul da cidade. Mac Donald enfatizou que outro indivíduo que participou do crime veio a óbito, assim como “Dário”, e outros dois elementos envolvidos no homicídio já foram identificados. “Já estamos tomando todas as medidas cabíveis para concluirmos o procedimento criminal em torno deste caso”, afirmou.  

Indiciamento: César e Paulo foram indiciados por homicídio qualificado. Eles irão permanecer nas dependências do prédio da especializada, até o término dos procedimentos cabíveis. “Após o fechamento do Inquérito Policial (IP), será pedida a conversão do mandado de prisão temporária para preventiva”, finalizou o delegado.


Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares