Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Desde que a obra de revitalização das Lagoas do Prata e do Maresia começou, a equipe de Trabalho Técnico Social do Programa de Saneamento Integrado de Maués ProsaiMaués, em parceria com a Secretaria de Assistência Social de Maués (Semas), realiza ações de sensibilização semanalmente no entorno das áreas de intervenção. A ideia é informar a população e passar orientações sobre segurança, eliminação de pragas, prazos e possíveis percalços ao longo da execução da obra.

Ontem (10/08), o grupo realizou uma ação de segurança na obra nas ruas Batista Michiles – entre a Valdemar Pedrosa e a Coronel Negreiros, e Guaranópolis, no bairro Maresia. Já as vias Miranda Leão, Eduardo Ribeiro, Braz Faraco, no entorno da Lagoa do Prata no Centro de Maués, receberam ação de sensibilização sobre desratização. Na ocasião, os profissionais conversaram com os moradores e também distribuíram panfletos com informações sobre a execução dos trabalhos. “No Maresia, além do trabalho de revitalização, o bairro também está recebendo serviços de saneamento como tubulação de água, ou seja, as máquinas estão na área, por isso hoje a nossa conversa foi mesmo para pedir que os moradores fiquem atentos e tenham cuidado redobrado”, comentou Raimunda Gaia, uma das assistentes sociais do Trabalho Técnico Social  do ProsaiMaués (TTS).

Sobre a desratização, o técnico ambiental do Prosai, José Cintra Rodrigues, explica que o serviço nas áreas de desapropriação é para impedir que os roedores migrem para outros locais.  “O objetivo é evitar a proliferação de doenças causadas pelos ratos, como leptospirose e febre hemorrágica. Na desratização é utilizado um produto químico que não causa nenhum tipo de dano a crianças e a animais domésticos, a  única intenção é atingir os vetores de doenças e impedi-los de irem para outras residências”, comentou Rodrigues.

De acordo com informações do ProsaiMaués, em média, por semana, são alcançados de 200 a 400 moradores em vários pontos da cidade. “As ações de sensibilização visam reduzir o descontentamento das pessoas que tem suas rotinas afetadas pelo período de duração da obra. Dessa forma, os moradores se sentem de fato inseridos no processo de melhoria da cidade e se sentem co-responsáveis. A ação é 100% satisfatória”, pontuou Afonso Brasil Júnior, psicólogo que compõe a equipe do TTS.

A dona de casa, Selma da Silva Pessoa, mora no entorno da Lagoa do Prata, no Centro de Maués, ela conta que toda construção traz fases mais complicadas em que é preciso ter um pouco mais de atenção, por isso, acredita que ser informada com antecedência sobre o andamento do processo é importante. “A gente sabe que todo esse transtorno é necessário, daqui a pouco a nossa cidade estará ainda mais bonita, por isso é importante termos calma e nos adaptarmos às obras. Receber essas orientações de segurança nos ajuda muito e até nos previne de algum tipo de acidente, quanto mais informação, melhor”, comentou a moradora. 

Sobre o programa – O ProsaiMaués é um programa executado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de  Estado de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus (SRMM) e Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), com investimento de R$ 56.664.213,31. Até o final deste ano, as Lagoas de Maués ganharão espaço para recreação infantil, piquenique, atividades esportivas, exposição, estacionamento e ciclovia. Ao todo, 63 mil habitantes serão beneficiados com os projetos sociais e ambientais, além melhoria urbanística e econômica, em virtude do turismo.


Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares