Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em 2018 o número de crimes dentro das escolas de Manaus já cresceu quase 40%. A jornalista e candidata a deputada estadual, Liliane Araújo (PSD), afirma que com a elaboração de programas específicos e uma “ronda escolar” eficiente, principalmente nos bairros onde a criminalidade é maior.

“Não bastasse a criminalidade nas ruas de Manaus, o medo agora invade as escolas da cidade. Hoje, nossa realidade, é ver escolas gradeadas, que mais parecem presídios que um ambiente escolar onde é pregado o saber”, ressalta a candidata.

Liliane coloca como uma de suas propostas a efetivação da segurança escolar no Amazonas, com o estabelecimento de prioridades de intervenção e parcerias com as Polícias Militar (PM) e Civil (PC), a concepção de instrumentos, procedimentos e rotinas que contribuam para a resolução de problemas de segurança identificados pelas escolas e a participação da comunidade escolar nas definições das políticas e ações de segurança escolar.

“Também temos que coibir o comércio ilícito de drogas nas escolas, intensificando as fiscalizações e promovendo a conscientização dos próprios alunos, com palestras e orientações, além de capacitar os profissionais da Educação para identificar esses problemas”, propõem a candidata a deputada estadual.

Ronda Escolar

Em março deste ano, a SSP anunciou a adoção de medidas para melhorar a segurança nas escolas da rede estadual. Além de estabelecer comunicação direta para apuração de denúncias, a proposta é intensificar os programas de prevenção às drogas e a criminalidade entre os estudantes.
O programa também fortaleceria a segurança na entrada dos colégios, porém, de acordo com Liliane, a implantação deste programa parece ineficiente. “Temos que pegar programas existentes, como esse, e colocar para funcionar”, alega a jornalista.

Casos

Recentemente, quatro adolescentes foram flagradas fumando maconha nas dependências do colégio da Política Militar, no bairro de Santa Etelvina, zona Norte.

Também, em um vídeo que viralizou nas redes sociais, dois alunos da Escola Estadual Antogildo Pascoal Viana, no Novo Israel, zona Norte, foram flagrados brigando na rua. Nas imagens, dezenas de alunos acompanharam a briga dos dois. Em certo momento, além dos gritos de incentivos à luta, um saco de lixo é jogado em cima dos estudantes.