O Reino Unido da Liberdade levou o título 2018 e se tornou tricampeã do Grupo Especial do Carnaval de Manaus (Fotos Cleomir Santos)
Compartilhe
  • 55
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    55
    Shares

A escola de samba Reino Unido da Liberdade foi consagrada tricampeã do Carnaval de Manaus 2018. A agremiação foi ao Centro de Convenções de Manaus, o Sambódromo e levou a temática “Ao Mestre com Carinho, na Escola da Vida eu Sou Professor”, a escola do Morro da Liberdade desfilou  4.500 brincantes, três carros alegóricos, um módulo e 32 alas.

Já era madrugada de domingo, por volta de 1h30 quando a Reino Unido da Liberdade entrou na avenida. Para ganhar o terceiro título consecutivo do carnaval amazonense a escola somou 178,30 pontos.

“O resultado reflete o trabalho sério, a humildade e também a competência. Isso é raça, força, dedicação em saber que as dificuldades eram grandes, mas quanto maiores elas eram, mais força a gente tinha para lutar. Dedico esse prêmio a todas as pessoas humildes”, disse o vice-presidente, João Thomé Metrinho, afirmando que a conquista é dedicada a todos os professores de Manaus, do Amazonas e de todo país.

Em segundo lugar, surpreendendo as favoritas, ficou a Escola de Samba Vila da Barra, estreante no Grupo Especial

Em segundo lugar com 177,10 pontos ficou a escola de samba Vila Barrada, da Compensa que entrou no amanhecer de domingo (11) gritando por liberdade em todas as suas formas e gêneros e abordando questões como preconceito, discriminação e desmatamento. A estreante do Grupo Especial desfilou com o enredo “OIGito”

A Unidas do Alvorada, com 176,50 pontos  conquistou a terceira posição entre as escolas do Grupo Especial. A azul e branca da Zona Centro-Oeste de Manaus cantou sobre o Purus na passarela do samba.

Por ordem de pontuação seguiram a Vitória Régia com 175,90, A Grande Família 175, Mocidade Independente de Aparecida 174,90, Andanças de Cigano 174,70 e em último Sem Compromisso com 169,40 que deverá descer no carnaval de 2019..

Os critérios avaliados foram enredo, samba enredo, mestre-sala e porta bandeira, evolução, alegoria e adereços, harmonia, fantasia, comissão de frente e bateria.

Acesso

Ganhadoras da disputa no ano passado, as escolas Primos da Ilha, Mocidade Independente do Coroado e Tradição Leste repetiram o título e foram as grandes campeãs dos Grupos de Acesso A, B e C, respectivamente. Embora bicampeãs, somente este ano as escolas subirão de grupos, uma vez que não houve acesso e decesso no Carnaval de 2017.

Para o presidente da Primos da Ilha, Werli Medeiros, a força coletiva envolvida no desfile foi a responsável por levar a agremiação à vitória e ao acesso ao Grupo Especial, com 178,30 pontos.

“A nossa vitória só foi possível por conta da força e do envolvimento da comunidade, por conta de uma diretoria unida e por causa do nosso tema, que foi forte”, afirmou. A Primos da Ilha levou para o Sambódromo uma homenagem à escola Vitória Régia, a mais antiga do Carnaval de Manaus.

O representante legal da campeã do Grupo B, Mocidade Independente do Coroado, Montelo Lira, também era só felicidade com o resultado. Com 177,60 pontos, a escola sobe para o Grupo de Acesso A.

“Fazer Carnaval é para o povo. Graças a nossa comunidade, ao trabalho que fazemos o ano inteiro, não só no Carnaval, somos campeões pelo segundo ano consecutivo! Obrigado a todos pelo título”, agradeceu, emocionado. A escola se apresentou celebrando as belezas do município Rio Preto da Eva e a nova fase que a cidade vive.

Já no Grupo C, a homenagem ao futebolista Cláudio Coelho, um dos ícones do esporte amazonense, garantiu o título à Tradição Leste, que, com 174,90 pontos, sobe para o Grupo B.

Rebaixamentos e penalidades

No Grupo B, a escola Meninos Levados será penalizada pelo segundo ano sem desfilar, sem ter comunicado previamente a ausência, e é a rebaixada para o Grupo C. A Unidos da Cophasa, embora também não tenha desfilado, comunicou a organização do evento e, de acordo com o regulamento, pode ficar até um ano sem participar, mas continua parte do grupo.

Já no Grupo A, a Império da Kamélia foi rebaixada, por também não ter participado do desfile nem comunicado previamente sua ausência.

Confira as pontuações completas dos Grupos de Acesso e Grupo Especial logo abaixo.

Grupo de Acesso C

  1. Tradição Leste – 174,90
  2. Legião de Bambas – 174,70
  3. Gaviões do Parque – 174,40
  4. Leões do Barão Açu – 173,90
  5. Ipixuna – 172,60
  6. Império do Mauá – -5,00

Grupo de Acesso B

  1. Mocidade Independente do Coroado – 177,60
  2. Presidente Vargas – 172,30
  3. Império do Hawaí – 0,00
  4. Mocidade Independente da Raiz – -6,50
  5. Unidos da Cophasa – 0,00
  6. Meninos Levados – -6,50

Grupo de Acesso A

  1. Primos da Ilha – 178,30
  2. Dragões do Império – 177,70
  3. Acadêmicos da Cidade Alta – 177,20
  4. Unidos da Cidade Nova – 176,50
  5. Beija-Flor do Norte – 176,20
  6. Balaku-Blaku – 172,10
  7. Império da Kamélia – 0,00

Grupo Especial

  1. Reino Unido da Liberdade – 178,30
  2. Vila da Barra – 177,10
  3. Unidos do Alvorada – 176,50
  4. Vitória Régia – 175,90
  5. A Grande Família – 175,00
  6. Mocidade Independente de Aparecida – 174,90
  7. Andanças de Ciganos – 174,70
  8. Sem Compromisso – 169,40

Compartilhe
  • 55
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    55
    Shares