O Santos para encarar o rival e vice-líder São Paulo na tarde deste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o embate, as novidades na lista de relacionados são a volta de Carlos Sánchez, que estava a serviço da seleção uruguaia, e a aparição do centroavante Felippe Cardoso, apresentado na última quinta-feira.

Ainda que tenha sido listado por Cuca para encarar os paulistanos, Sánchez é presença incerta na avaliação do treinador. Ele nem atuou nos amistosos do Uruguai por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda. A definição deve sair apenas minutos antes da partida. Cardoso, por sua vez, fica como opção para Gabigol, artilheiro do torneio com 12 gols marcados.

Em franca recuperação no Nacional, o Alvinegro Praiano conta com o apoio de sua torcida no Alçapão para se aproximar do G6 da competição, única maneira de garantir uma presença na Copa Libertadores da América do ano que vem. Os ingressos já estão esgotados.

Na oitava colocação da tabela, com 31 pontos, o time comandado pelo técnico Cuca vive um grande momento. Sem perder há oito jogos, somando Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro, o elenco santista não sofre gols há sete partidas e chega para o clássico em uma boa crescente.

O Peixe venceu o rival por 3 a 2 no último encontro na Vila Mais Famosa, com hat-trick do atacante Copete. A partida foi realizada no dia 9 de julho do ano passado, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico San-São já foi realizado no Estádio Urbano Caldeira 105 vezes e o Alvinegro Praiano leva vantagem jogando em casa, somando 47 vitórias, 25 empates e 33 derrotas, com 179 gols marcados e 154 sofridos. (Gazeta Esportiva)