Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

A construção do Anel Viário de Humaitá, também chamado de Anel da Soja, deverá ser iniciada, no máximo, até a próxima segunda-feira (17/09), segundo informou nesta quarta-feira (12/09), o engenheiro Fernando Elias, secretário executivo da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

De acordo com Fernando Elias, a empresa vencedora do processo licitatório, a Colorado, já está em fase de mobilização de homens e máquinas em direção ao município. “Fomos informados pela empresa de que os equipamentos já estão chegando a Humaitá para a montagem do canteiro de obras e início dos trabalhos de forma imediata”, revelou.

O secretário executivo da Seinfra assegurou, ainda, que este é, sem dúvida, um dos maiores investimentos na área de infraestrutura, mobilidade urbana e de incentivo à produção agrícola em Humaitá.

Recursos – O investimento na construção do anel viário, que vai facilitar o tráfego de veículos pesados no transporte de soja e outros produtos até o porto da cidade, é da ordem de R$ 41.496.838,83. A obra será fiscalizada pela Seinfra.

Quando estiver pronto, o chamado “cinturão da soja” terá 11,58 quilômetros de extensão e vai interligar a BR-319 ao porto Graneleiro, localizado em Humaitá. O projeto contempla, ainda, meio-fio, sarjeta, galerias, bueiros, acostamento, bem como a construção de uma ponte de 20 metros de extensão. A pista de rolamento terá 10m de plataforma, em mão dupla, com 3,5m para cada lado e 1,5m de acostamento para cada lado, além da pavimentação e sinalização vertical e horizontal, seguindo o padrão Dnit.

Benefício para a economia – O anel viário dará mais rapidez ao escoamento da soja que vem de Porto Velho e que hoje precisa passar pelo município de Humaitá até chegar a Itacoatiara. Depois de concluído o anel viário, esse trajeto será encurtado.

O percurso de Porto Velho pela BR-319 seguirá pelo cinturão da soja, passando por fora do perímetro urbano de Humaitá, rumo aos dois portos que estão sendo construídos naquela localidade. Além disso, o convênio firmado entre a Seinfra e a prefeitura de Humaitá, no valor de R$ 4 milhões e já em andamento, permite ao município promover a recuperação de seu sistema viário urbano. Isso garante melhoria na qualidade de vida da população local.

Situado na calha do Madeira e distante 695 quilômetros de Manaus em linha reta, Humaitá possui uma população estimada em 54.001 habitantes, segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Obras concluídas – Entre as obras já concluídas no município, pelo Governo do Estado, estão a reforma e adequação do sistema de iluminação pública; a construção do prédio do posto de fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz); o Centro Multifuncional do município e o Mercado Municipal, que contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Humaitá.


Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares