Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

O Santos ainda não recebeu o pagamento da multa rescisória do contrato de Ricardo Gomes, ex-executivo de futebol, agora manager do Bordeaux-FRA. O valor é de cerca de R$ 800 mil e o prazo se encerrou no domingo.

O Bordeaux não arcará com a quantia, mas o profissional prometeu ressarcir o Peixe. O presidente José Carlos Peres quer conversar com Ricardo para não precisar acioná-lo juridicamente nos próximos dias.

Ricardo Gomes tentou convencer os membros da diretoria a liberá-lo sem a multa, porém, não obteve sucesso. O argumento foi: “Se nós demitíssemos você, teríamos que pagar. O contrário não pode ser diferente”.

O diretor argumentou que o salário na França é muito mais alto e essa seria a última oportunidade de se firmar no mercado europeu. Ricardo ainda comentou sobre a dificuldade depois do AVC sofrido em 2011 e a porta aberta no Bordeaux apenas pela amizade com profissionais que estão lá.

Como o Bordeaux tinha a possibilidade de contratar nomes livres no mercado, a multa ficará por conta de Ricardo Gomes – o acordo só será rescindido com o pagamento. O clube francês agora tem uma cogestão entre americanos e franceses.

O Santos procura por um substituto no mercado. A diretoria quer um profissional experiente e identificado com o clube. Em contato com a Gazeta Esportiva, Peres descartou alguns nomes e especulou outros, como Elano, Clodoaldo e Deivid. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share