Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Sindicato dos Químicos dos estados do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia está realizando uma campanha em busca de novas filiações. Estimativas da entidade apontam que existem pelo menos 1,6 mil profissionais atuando nessas quatro unidades da federação.

De acordo com o presidente do Sindicato, Avelino Cuvelo, Conselheiro do Conselho Federal de Química, o sindicato reúne técnicos em química, bacharéis a engenheiros químicos. “A Campanha que estamos realizando busca resgatar esses profissionais para o âmbito do sindicato, como forma de fortalecer a nossa entidade e beneficiar o profissional nos seus pleitos perante às empresas”, disse.

Avelino Cuvelo, ex- presidente do Conselho Regional de Química da 14ª Região (CRQ 14), informa que o sindicato está trabalhando na proposta de convenção coletiva dos profissionais da química, que, além de melhorias salariais, também prevê uma série de medidas que visam beneficiar o trabalhador, como plano de saúde e definições de periculosidade. “Há muitos casos de químicos que estão trabalhando na área e não recebem todos os benefícios estabelecidos na legislação”, ressaltou.

Conforme explica Avelino Cuvelo, a sindicalização pode ser feita por qualquer profissional químico que esteja atuando nas áreas privada ou pública. “Além de tirar o trabalhador da luta solitária e de colocá-lo nas movimentações coletivas, a sindicalização dá acesso a uma série de benefícios. Quanto mais filiados o sindicatotiver, mais forte a entidade ficará para reivindicar conquistas que beneficiem toda a categoria”, destacou.

Avelino informa também que o sindicato agora funciona em nova sede, na Rua Costa Azevedo, nº 9, Sala 604, Edifício Rio Madeira, no Centro de Manaus. Para se filiar basta preencher uma ficha cadastral. Mais informações podem ser obtidas no telefone: 3343-9930 e 3346-9930

A contribuição sindical está prevista nos artigos 578 a 591 da CLT. Possui natureza tributária e é recolhida compulsoriamente pelos empregadores no mês de janeiro e pelos trabalhadores no mês de abril de cada ano. O art. 8º, IV, in fine, da Constituição da República prescreve o recolhimento anual por todos aqueles que participem de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, independentemente de serem ou não associados a um sindicato.

Empresas

Até o ano passado, acordo com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o Polo Industrial de Manaus (PIM) possuía 26 empresas da área da química.

Os Indicadores de Desempenho da Suframa apontam que o subsetor Químico cresceu 51% em cinco anos. No primeiro bimestre de 2008, o segmento movimentou US$ 502,6 milhões.

No mesmo período deste ano, o faturamento soma US$ 759,8 milhões. A mão de obra passou de 1.579 para 2.130. Os salários médios atuais, segundo a Suframa, são de R$ 6 mil.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •