Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

O índice de mortes violentas que ocorrem em Manaus está “sob controle”, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), nesta sexta-feira (27). Mais de 100 pessoas já foram mortas na contagem mais recente de julho. Na noite de quinta (26), cinco homens foram assassinados, momentos antes de cometerem homicídios contra membros de uma organização criminosa rival, na noite anterior. Seis presos suspeitos de envolvimento no caso foram apresentados.

De acordo com o coronel Anézio Paiva, secretário da SSP-AM, a segurança em Manaus está controlada. “Trabalhamos com os dados de junho. Em 2018, tiveram 103 homicídios. Dois a mais que o ano anterior. Falar que houve uma explosão de homicídios em Manaus é uma inverdade”, disse.

Segundo o secretário, a SSP-AM ainda não pode divulgar o total de mortes violentas ocorridas em julho. Isto, segundo ele, só deve ser levantado após o fim do mês.

“A situação está controlada. O exemplo disto é que tivemos quase 24 horas sem homicídios em Manaus. Interceptamos homens que cometeriam homicídios, ontem. Isto fortalece mais ainda o fato de que está sob controle”, afirmou Paiva.

Somente no último fim de semana, 14 mortes violentas foram registradas em Manaus. Segundo a vara do juri do Estado do Amazonas, 112 homicídios foram registrados em julho, em Manaus, até a quinta-feira (26).

A afirmação do secretário foi feita em uma coletiva de imprensa para apresentar seis homens presos suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha de traficantes que planejava praticar homicídios de rivais, no bairro São Jorge. Outros cinco homens foram mortos durante troca de tiros com policiais.


Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares