O vereador Régis Góes, presidente da Câmara de Santa Isabel, tentou derrubar a decisão do Tribunal de Justiça, mas não teve no STJ

O presidente da Câmara do município de Santa Isabel do Rio Negro, vereador Reginaldo Albuquerque Góes, “Régis Góes” como se nada mais lhe restasse a fazer, resolveu encasquetar com o prefeito do município, Araildo Mendes do Nascimento, o “Careca”. Desde que assumiu a Presidência da Câmara, a principal e quase obsessiva ocupação do douto parlamentar tem sido tirar o mandato de Araildo. E haja dinheiro – não do bolso dele, mas do contribuinte – para pagar advogados.

Após várias derrotas na primeira e segunda instância, o parlamentar recorreu à Brasília e no Superior Tribunal e Justiça (STJ) tentou mais um investida contra o prefeito arrogando-se o direito de suspender os efeitos da decisão do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), que manteve Araildo no cargo através de medida liminar.

No dia 15 deste mês, o ministro do Superior Tribunal e Justiça (STJ), Otávio de Noronha, indeferiu pedido de suspensão da liminar que garantiu a permanência de Iraildo como prefeito de Santa Isabel do Rio Negro.

No final de agosto deste ano, a Comissão Processante da Câmara Municipal de Santa Isabel do Rio Negro, composta pelos vereadores Charlen Ferreira de Albuquerque, Lázaro Santos Teixeira da Silva e Ismael Mengueiros, foi impedida por força de liminar confirmada pelo desembargador Domingos Jorge Chalub, de votar o pedido de cassação de Araildo, acusado de supostas práticas de infrações político administrativa.

Veja a decisão