Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O combate à violência contra a mulher será tema de discussão na Tribuna Popular desta quarta-feira (15), no plenário Adriano Jorge da Câmara Municipal de Manaus (CMM). A tribuna é uma das atividades da Casa Legislativa que ocorre todas as quartas-feiras com debates de temas importantes para a cidade de Manaus.

A ação, uma iniciativa da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher (COMDPDM), visa buscar soluções para reduzir o índice de violência no Estado do Amazonas, como informou a presidente da COMDPDM, vereadora professora Jacqueline (PHS).

“Todos os dias a imprensa estampa casos de mulheres assassinadas por seus companheiros, entre outros casos de violência contra a mulher, que já se tornaram realidades drásticas em todo o Brasil. Precisamos trazer esse tema à discussão”, disse a vereadora.

Mesmo com a criação da Lei Maria da Penha, há 12 anos, com as medidas de proteção e apoio no combate à violência contra a mulher, o amparo não tem alcançado as mulheres em sua maioria, analisa a parlamentar.

“Na prática, no momento de realizar o acompanhamento e dar o suporte para a vítima, encontramos dificuldade. O Estado não está aparelhado para a proteção devida como a Lei ordena. Não temos delegacias e viaturas suficientes, e muito menos amparo judicial, visto que, as Varas de família não conseguem atender às demandas”, completou a parlamentar, que sugeriu a ampliação do atendimento, mais política pública para oportunizar as mulheres vítimas de violência.

A titular da Delegacia da Mulher, Débora Mafra, estará presente nos debates para expor dados sobre o aumento da violência contra a mulher e preocupações que tem hoje o Estado em relação ao atendimento tanto na capital, quanto nos municípios do Amazonas.

Reunião de Comissões

Paralelo às sessões plenárias, a CMM mantém o calendário das reuniões de comissões permanentes para análise de projetos e discussões de temas relevantes á sociedade.  

No dia 23/8, às 9h, será realizada reunião conjunta das comissões de Defesa do Consumidor e Educação para discutir e buscar soluções à situação estrutural da Universidade Paulista (Unip), em conformidade com denúncias de alunos e relatório técnico da Visa/Manaus, que apontam riscos à saúde e segurança de funcionários e usuários do estabelecimento particular de ensino.

Nas quartas-feiras, após a sessão plenária, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) reúne para deliberar projetos e votar os pareceres dos relatores.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •