Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Na manhã desta 6ª feira (27.jul), o Twitter divulgou, pouco antes da abertura do mercado financeiro, seu relatório de performance do 2º trimestre de 2018. A rede social anunciou a redução de aproximadamente 1 milhão de usuários em comparação com o mesmo período de 2017 por causa, principalmente, da exclusão de perfis que diz considerar falsos.

Há 1 ano, o Twitter contava com 336 milhões de usuários em sua base de dados. Hoje, constam só 335 milhões. A empresa não apresenta números mais detalhados. Esta foi a 1ª queda desde o 2º trimestre de 2017. A empresa disse esperar deletar mais contas.

No relatório, a empresa também relacionou a queda no número de usuários com sua decisão de não realizar parcerias com operadoras de SMS para manter seu serviço gratuito. Além disso, está respeitando as novas regulações de internet estabelecidas pela Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês), que entrou em vigor em 25 de maio na União Europeia.

No 2º trimestre, o Twitter contou com 68 milhões de usuários norte-americanos e 267 milhões de perfis internacionais.

A média de usuários ativos diariamente cresceu 11% em comparação ao mesmo período em 2017.

RESULTADOS FINANCEIROS

Mesmo assim, o Twitter faturou US$ 711 milhões nesse trimestre, 24% a mais do que o mesmo período de 2017. O lucro líquido foi de US$ 100 milhões. Deste valor, US$ 42 milhões foram de benefícios fiscais vindos de uma dedução de valorização das operações brasileiras da empresa, de acordo com o Twitter.

No entanto, como consequência desta queda de usuários, durante as horas que antecederam a abertura do mercado, as ações da empresa caíram 15% na Bolsa de Nova York. (poder360)


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share