Na segunda feira, 17, os advogados da Campanha de Wilson Lima, Coligação Transformação por um novo Amazonas (PSC, PRTB e REDE), entrarão na Justiça com uma queixa crime por calúnia, injúria e difamação contra Sarah Oliveira Santos, 21 anos, e sua mãe, Rosimary Galvão de Oliveira. Às vésperas da eleição, ambas acusam o candidato, sem nenhuma prova, com mentiras envolvendo conteúdo sexual e ameaças, relacionadas à época em que Lima trabalhava como jornalista e apresentador de televisão.

Wilson Lima afirma ter encontrado Sarah uma única vez. Após o encontro, a jovem passou a postar fotos de ambos nas redes sociais e a afirmar ser sua esposa. O jornalista registrou o Boletim de Ocorrência, após Sarah ter passado a enviar mensagens privadas para sua filha.  Essas mensagens integram as provas materiais da defesa de Wilson Lima, assim como depoimentos de familiares que foram assediados por Sarah à época. Todas as provas da inocência do candidato serão entregues à Justiça, sob sigilo, na próxima semana.

Para o advogado da campanha Acram Isper,  a campanha de Wilson sofre  ataques  em razão do desempenho eleitoral do candidato, à frente nas pesquisas em Manaus, o maior colégio eleitoral do Estado. “Os achaques, intimidações e chantagens não vingarão”, afirma Isper.

“Desde 2014, data de registro do Boletim de Ocorrência, até 30 de junho de 2018, Wilson Lima apresentou diariamente o programa mais popular da TV amazonense sem que ninguém questionasse  a conduta dele. Agora, às vésperas da eleição, aparece uma mentira dessas”, afirma Isper.  “Ninguém comete crime e corre pra delegacia para registrar BO”, finaliza.

Escândalos fictícios são tradição na política amazonense. Em 2004, o então candidato Serafim Corrêa, foi acusado de ter uma filha fora do casamento – caso Soraya; em 2010, o candidato Omar Aziz foi acusado de pedofilia; em 2012, Vanessa Grazziotin acusou apoiadores de Arthur Virgílio de agredi-la, episódio conhecido como “a farsa do ovo”. Estes são alguns exemplos de como age a velha política.

A verdade há de prevalecer e um novo tempo vai surgir na política do Amazonas.

“Agradeço de coração o apoio das milhares de pessoas que estão se manifestando em favor da nossa candidatura. Desde o início, eu sabia que seria difícil mudar e renovar o Amazonas”, disse Wilson Lima, que cumpre compromissos de campanha no interior do Estado. “Peço às amigas e aos amigos que caminham junto na nossa campanha que se preparem porque esses velhos políticos podem armar mais mentiras até a data da eleição. Vamos juntos renovar o Amazonas e mudar a vida da nossa gente”, finaliza Lima.