O candidato ao Governo Wilson Lima (PSC) declarou em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18) que entrou com ações no Ministério Público e na Polícia Federal contra notícias falsas envolvendo o nome dele e da família da esposa.

“Esses fake news atacam minha honra, a honra da minha família, nossa campanha. Isso não vou permitir”, afirmou o candidato, dizendo que as informações são repassadas em redes sociais e replicadas amplamente sem checagem de fonte.

Segundo Wilson Lima, a Justiça já tomou 12 decisões favoráveis a nós contra fake news publicadas na internet. “Eles querem continuar com esse jogo baixo, rasteiro”, critica.

“A imprensa séria tem papel fundamental no processo [democrático]. Mas existe uma fábrica de mentiras, num momento em que a população não aceita mais a corrupção. O que estão fazendo não é só contra mim, é contra toda essa gente, é contra as instituições, contra a minha família. Eles atacam a minha esposa, os meus filhos. Eu não vou aceitar esse tipo de coisa”, disse Wilson Lima em entrevista coletiva nesta tarde. “Quando eu aceitei disputar o Governo do Amazonas, foi para defender o povo desse estado. Assim como vou defender minha família, vou defender também as famílias do Amazonas”.

Wilson Lima refutou, também, notícias relacionadas à indenização a famílias dos presos que morreram no Compaj, que a Vanessa vai ser minha secretária, que eu apoio o Haddad. Isso tudo é mentira”, afirmou Wilson Lima.

O advogado da coligação, Acram Isper, declarou ainda que algumas pessoas que fizeram e compartilharam as publicações são funcionários de cargos comissionados do atual governo.