Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (29/01) a operação “Domínio da Lei” nas invasões Itaporanga e Urucaia, na zona norte de Manaus. Em menos de 15 dias, é a segunda incursão policial de grande porte realizada em ocupações irregulares da capital amazonense para repressão ao tráfico de drogas. Segundo o secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o objetivo é sufocar a atuação e a presença de grupos criminosos nessas áreas.

A operação realizada hoje dá continuidade ao trabalho iniciado no dia 15 de janeiro, quando as Polícias Civil e Militar fizeram uma varredura na invasão Monte Horebe, no Santa Etelvina, também na zona norte. Na ocasião, 18 prisões foram efetuadas seguindo um trabalho de inteligência da polícia. A maioria das prisões foi efetuada em outros bairros, incluindo condomínios de luxo, mas referente a infratores que comandavam atos criminosos na invasão.

O coronel Bonates explicou que a operação foi deflagrada de maneira integrada com as Polícias Civil e Militar com o intuito de combater a prática de crimes nessas áreas de invasão.

“O grupo Fera, da Polícia Civil, e o Comando de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar, estão desde ontem à noite infiltrados naquela área e não foi encontrado nenhum cemitério clandestino. Essa operação vai continuar. A Polícia Civil está continuando as investigações, de maneira que a gente possa prender possíveis mandantes que estão fazendo cobranças nessas áreas. E a Polícia Militar está intensificando o policiamento, de maneira que a gente possa dar mais tranquilidade à população daquela área”, afirmou.

O comandante da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Ayrton Norte, afirmou que várias ações simultâneas são deflagradas na cidade diariamente. “Estamos trabalhando para que o cidadão de bem possa estar na rua e dizer que a população pode denunciar através do 190, do 181, que a Polícia Militar estará presente para fazer a sua segurança”, disse.

As investigações em torno de executores e mandantes de crimes nessas áreas de invasão estão acontecendo, enfatizou o delegado Lázaro Ramos. “Agora nós estamos incluindo uma parte da investigação em que vários elementos foram identificados e nós vamos dar prosseguimento às nossas investigações fazendo o pedido das preventivas, para que sejam presos esses elementos que venham a comandar ou participar destes homicídios que nós temos, como também do tráfico de drogas”, enfatizou o degelado-geral da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Lázaro Ramos.

Mais de 300 policiais militares e civis realizaram incursões na área e cumpriram mandados de busca e apreensão judicial em casas e barracos suspeitos de abrigar pessoas envolvidas em atividades criminosas.

Trânsito – Durante a operação, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) fiscalizou 273 veículos e aplicou 45 autos de infração. A fiscalização recolheu 14 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs) e removeu 15 veículos ao parqueamento do órgão até que os proprietários se regularizem. A fiscalização do Detran-AM é realizada por meio do Núcleo Especializado em Operações e Trânsito (Neot), Polícia Civil e Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •