Jefferson Rudy/Agência Senado
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) manifestou nesta quarta-feira (30), em Plenário, preocupação com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre prisão de condenados em segunda instância. O Supremo marcou para o dia 7 de novembro o encerramento do julgamento, e a expectativa é que o tribunal decida pela ilegalidade da prisão após a segunda fase do processo penal. Para o senador, o Brasil se prepara para assistir o que classificou como, o maior “cavalo-de-pau jurídico” dado pelo Supremo, caso decisão seja pela inocência dos condenados em segunda instância.

Plínio Valério salientou que inviabilizar a prisão em segunda instância, não liberta apenas os condenados da Lava jato, mas caso aconteça, também serão liberados estupradores, pedófilos, psicopatas, entre outros criminosos.

— As penas que estão sendo cumpridas pelos detentos afetados abrangem uma enorme gama. E a gente chega a uma conclusão bem simples, bem simples: essa sensação que passa à convicção de que a sociedade terá a percepção de que o Brasil se transformou mesmo no país da impunidade, com o aval do seu maior Judiciário, que é o Supremo Tribunal Federal — afirmou o senador.

Fonte: Agência Senado


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •