Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Superintendente de futebol do Guarani, Michel Alves confirmou nesta segunda-feira, em entrevista coletiva virtual, o interesse do Santos no lateral-esquerdo Matheus Bidu.

Como a Gazeta Esportiva antecipou, o Peixe monitora a situação do jovem e pode fazer proposta ao término do Campeonato Paulista.

“Existem sondagens pela idade, capacidade e futuro dele. Tenho boa relação com o pessoal do Santos, conversei com eles, se falou sobre o nome. O importante é que o Bidu está feliz aqui, e o Guarani está feliz com a postura dele, isso que nos deixa contente neste momento”, disse Michel Alves.

“O que for aparecer, naturalmente que o Guarani vai ouvir qualquer proposta. Se eventualmente aparecer algo bom para o atleta e para o clube, vamos conversar de maneira transparente”, completou o superintendente.

Bidu tem contrato com o Guarani até 28 de março de 2022. A multa rescisória do ala de 21 anos é de R$ 8 milhões no mercado nacional e 20 milhões de euros (R$ 85 mi) para o exterior. O Bugre tem 60% dos direitos econômicos.

Em entrevista à Gazeta, Matheus Bidu falou sobre o interesse do Santos.

“Fico feliz por um clube de tamanha expressão no futebol cogitar meu nome, mas no momento estou focado nos treinos e na volta do campeonato. Sobre o que vai acontecer depois, eu não sei”, resumiu.

O jovem disputou seis partidas do Paulistão antes da paralisação por causa do novo coronavírus, fez um gol e deu duas assistências. Ele foi indicado pelo ex-técnico do sub-20 do Alvinegro, Márcio Zanardi, em 2019, porém, não houve negociação àquela altura. O clube, agora, avalia o jogador.

Bloqueio na Fifa

Vale lembrar que o Santos está impossibilitado de contratar pela Fifa por conta da dívida com o Hamburgo, da Alemanha, por Cleber Reis. O débito no acordo de 2017, realizado pelo ex-presidente Modesto Roma, foi acrescido de multa e juros e está em cerca de 4,5 milhões de euros (R$ 26 mi). O Peixe projeta o “desbloqueio” neste mês.

Antes da punição da Fifa, o Alvinegro contratou apenas dois reforços: o lateral-direito Madson e o atacante Raniel, ambos de graça e envolvidos em trocas com Victor Ferraz e Vitor Bueno no Grêmio e São Paulo, respectivamente.

O Santos tem pouco dinheiro, mas prioriza a lateral esquerda a pedido do técnico Jesualdo Ferreira. As opções na base, como Alan Cardoso e Lucas Sena, não chamaram a atenção até o momento. O zagueiro Luan Peres e os meio-campistas Diego Pituca e Jean Mota podem atuar de forma improvisada na função. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •