Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em continuidade ao trabalho de reorganização de gestão, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) operacionalizou o Protocolo Virtual, que permite o envio de documentos eletronicamente, dando transparência e celeridade aos processos em tramitação no órgão. O novo fluxo de tramitação eletrônica foi apresentado aos setores internos da Susam na segunda-feira (29/06).

O aprimoramento de fluxos de trabalho e a reorganização das atividades administrativas do órgão estão entre os focos da gestão, conforme explicou o secretário executivo da Susam, Marcellus Câmpelo. A Susam inicia o novo fluxo para pagamentos a partir desta quarta-feira (1°/07). 

“Para o fornecedor, ele (Protocolo Virtual) vai garantir 100% de transparência no processo. Ele vai conseguir com que a entrada correta de documento no sistema proporcione a celeridade, uma vez que entrando com toda a documentação conseguirá acompanhar o processo, saber em que setor está e os outros setores também recebendo o documento, poderão fazer a análise com mais celeridade”, disse Câmpelo. 

Um banner do Protocolo Virtual está disponível no site da Susam (http://www.saude.am.gov.br) e dá acesso aos serviços disponibilizados pela secretaria. A entrada é realizada por meio do e-CNPJ de pessoa jurídica com certificado digital. 

Documentação – De acordo com o executivo da Susam, estratégias que ofereçam mais transparência às ações na saúde, sobretudo nos processos envolvendo compras e contratos, são metas estabelecidas pelo governador Wilson Lima para o aprimoramento na gestão da pasta. 

Entre os avanços citados na reunião sobre o uso do Protocolo Virtual está a obrigatoriedade da apresentação de toda a documentação para dar entrada na tramitação. O sistema adotado pela Susam só permite o ingresso do processo para pagamento, após o anexo de toda a documentação do check-list

 “Uma vez inserido e enviado, o protocolo da Susam vai ter uma equipe de servidores capacitados para analisar esses documentos. Estado de acordo, será tramitado para o fiscal do contrato ou do serviço, o qual emitirá os termos de execução e para tramitação. Se for indenizatório, irá passar para o setor jurídico, seguido de uma última análise no Controle Interno e, por fim, no setor de pagamento para o empenho, liquidação e programação da despesa”, disse o secretário sobre o novo fluxo.

A Susam ainda irá chamar os principais fornecedores da pasta para explicar e expandir o uso da plataforma de Protocolo Digital. A entrada no protocolo físico ainda permanece disponível na sede da secretaria, mas segundo Marcellus, o objetivo é ampliar ao máximo a informatização na pasta, no menor espaço de tempo possível. 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •