Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em parceria com o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) realizará, nos dia 6 (terça-feira) e 7 (quarta-feira) de agosto, uma oficina de troca de saberes com 45 parteiras da comunidade Uaretê, no município de São Gabriel da Cachoeira.

A 15ª oficina integra o projeto “Redes vivas e práticas populares de saúde: conhecimento tradicional das parteiras e a educação permanente em saúde para o fortalecimento da rede de atenção à saúde da mulher no Estado do Amazonas”. Além da Susam e do ILMD/Fiocruz Amazônia, a atividade conta com o apoio financeiro do Ministério da Saúde.

O projeto é desenvolvido pelo Laboratório de História, Políticas e Saúde na Amazônia (Lahpsa) em colaboração com a Coordenação de Saúde da Mulher da Susam. Também conta com apoio da do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (DSEI) de São Gabriel da Cachoeira

Durante os dois dias, parteiras, gestores e profissionais de saúde do município participarão de atividades para explorar os aspectos de atuação, localização e forma de cuidado com gestantes e recém-nascidos.

Ações de fortalecimento – Segundo a coordenadora da Saúde da Mulher da Susam, Sandra Cavalcante, a Secretaria reconhece a importância das parteiras tradicionais na Amazônia e vem sistematicamente trabalhando com essas mulheres desde 2008, com ações para o fortalecimento dessa categoria. 

“Um dos principais objetivos do projeto é a vinculação das parteiras tradicionais na atenção básica visando o fortalecimento da sua prática”, disse Sandra.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •