Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Durante a apresentação do suspeito de matar a jovem Aline Dantas, que saiu para comprar fraldas e foi encontrada três dias depois morta e com corpo queimado em Alumínio (SP), uma repórter da Band foi atacada pelo suposto criminoso. Heronildo Martins de Vasconcelos, 45 anos, estava sendo conduzido da delegacia para o presídio quando cuspiu na jornalista Elisângela Carreira.

Imediatamente, a repórter pegou o microfone começou a agredir o suspeito da morte de Aline. “Seu lixo! Você matou a Aline? Você matou? Você tem filha? Levanta a cabeça! Você tem filha? Você cuspiu na minha cara! Lixo! Covarde! Você destruiu uma família! Para matar você é homem! Responde agora! Lixo”, gritou a repórter.

A polícia, por questões de segurança, não informou para qual presídio Heronildo foi levado. A Band e a repórter não se pronunciaram sobre o caso.

As investigações da polícia chegaram até Heronildo após um exame de DNA. O material genético foi identificado abaixo das unhas de Aline e no órgão sexual da vítima. Heronildo tem passagem por tentativa de estupro em 2012. (Com Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •