Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seguindo a tendência de diversos tribunais brasileiros, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) começou a utilizar robôs virtuais na gestão de tecnologia da informação. Atualmente, três robôs são utilizados pelo Departamento de Tecnologia da Informação (Ditin) para auxiliar nos procedimentos da Corte de Contas.

O uso de robôs foi apresentado à presidente do TCE-AM, conselheira Yara Lins dos Santos, que aprovou a ação. “A tecnologia avança e precisamos acompanhar este avanço utilizando todas as novas ferramentas disponíveis para fiscalização das contas públicas e auxílio nas ações do Tribunal. Avançamos com três robôs e a tendência é seguirmos neste caminho, avançando ainda mais e utilizando a tecnologia para dotar o Tribunal de Contas de ainda mais eficiência”, disse a conselheira Yara Lins dos Santos.

De acordo com o diretor do Ditin, Allan Bezerra, no futuro os robôs podem auxiliar, inclusive, nas fiscalizações realizadas pelo TCE-AM.

“Hoje, o robô já é uma realidade na Diretoria de Suporte, é o chamado ‘Chatbot’. Toda vez que um chamado é aberto ou concluído, ele avisa aos servidores da diretoria, contribuindo na gestão das atividades do setor”, explicou Allan Bezerra.

Além deste, há um robô responsável pelo acompanhamento de atualizações e instalação de novas versões nos sistemas internos do Tribunal e outro que auxilia no backup de dados da Corte de Contas.

Boa prática identificada em auditoria nacional

Na última semana, durante a auditoria realizada pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o uso de robôs foi apontado como uma boa prática do TCE-AM que devem ser apresentadas aos demais Tribunais de Contas do País.

“Toda essa nova infraestrutura tecnológica que passou ainda pela operacionalização do novo Datacenter coloca o Tribunal em uma área de modernidade onde poderemos evoluir os sistemas no contexto da fiscalização das contas públicas”, disse o diretor da Ditin, Allan Bezerra.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •