Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seis cristãos que trabalham na organização humanitária global Action Against Hunger foram sequestrados há algumas semanas por terroristas islâmicos na Nigéria.

As vítimas foram obrigadas a gravar um vídeo onde uma mulher, identificada como Grace, aparece ao lado de cinco homens se apresentando como integrantes do grupo humanitário que fornece ajuda alimentar para comunidades pobres em todo o mundo.

“Eu peço à Nigéria e à nossa organização Action Against Hunger que façam alguma coisa”, diz ela. “Todos os seis de nós são funcionários. Nós temos famílias, alguns de nós temos filhos. Por favor, faça algo para nos libertar. Eu estou implorando em nome de todos nós aqui, a Nigéria não deve permitir [sermos mortos]”, declarou.

Pelo Twitter a Action Against Hunger reconheceu as vítimas como seus funcionários, sendo um membro da equipe, dois motoristas e três profissionais de saúde que trabalham para um programa local da instituição.

No dia 19 de julho a organização humanitária noticiou no Twitter que um comboio de veículos foi atacado na estrada para Damasak, no estado de Borno, e um motorista foi morto, enquanto os demais estavam desaparecidos.

“Estamos profundamente entristecidos e muito preocupados com este trágico incidente. Estes são colegas dedicados a fornecer ajuda que salva vidas às pessoas afetadas pela atual crise humanitária no Nordeste da Nigéria. Queremos garantir que eles possam se reunir em segurança com suas famílias”, diz a nota.

Após a divulgação do vídeo, no último dia 24, a instituição divulgou uma nota lamentando o ocorrido. “O seu sequestro contradiz totalmente o Direito Internacional Humanitário e os padrões internacionalmente reconhecidos para a proteção de trabalhadores e organizações humanitárias”, diz. (Com informações de Gospel Prime)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •