Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A pontuação do ensino fundamental do Amazonas em 3,5 pontos, alcançando a média nacional, pela avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019, foi apontada na terça-feira (15) pela deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB) como um excelente resultado. Já o ensino fundamental manteve suas pontuações, alcançado as metas nacionais previstas. “Isso comprova que estamos no caminho certo da boa formação educacional das nossas crianças e jovens”, comentou a deputada.

Os dados do Ideb sobre a rede estadual de ensino do Amazonas foram divulgados na terça-feira, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), revelando um crescimento no rendimento dos estudantes avaliados em 2019.  O Ideb é um indicador criado pelo MEC para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas do País.

Como presidente da Comissão de Educação da Aleam, a deputada Therezinha Ruiz se diz gratificada pelo desempenho da escola pública do Estado, pela dedicação dos professores e professoras. “São profissionais que merecem ser cada vez mais valorizados e reconhecidos pelo seu compromisso com o processo de aprendizagem dos nossos alunos”, frisou.

O resultado de 3,5 pontos no ensino médio, coloca a rede pública estadual no ranking dos 12 melhores desempenhos do Brasil, indicando um crescimento de 5,9% com relação ao último Ideb, de 2017. Esse avanço interrompe ainda a queda nos índices do ensino médio, que em 2015, caiu para 3,3 na avaliação seguinte.

Na avaliação da deputada Therezinha Ruiz, mesmo com as mudanças que ocorreram na Secretaria Estadual de Educação (Seduc), atualmente comandada pelo secretário em exercício, Luis Fabian, os resultados do ensino médio e fundamental revelam o empenho do Estado com os avanços na educação básica.

Além das mudanças administrativas na pasta, em 2018 a primeira greve dos servidores da educação, no início da gestão do governador Wilson Lima (PSC), durou 15 dias e, em 2019, foram 45 dias letivos com escolas fechadas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •