Foto: Pedro Coelho
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente da Comissão de Setor Primário, Abastecimento e Políticas Rurais, Tião Teixeira (DEM), pediu apoio do poder público para impulsionar a produção de guaraná, em Parintins, durante pronunciamento na sessão da terça-feira (25). O vereador ressaltou a necessidade de assistência técnica de extensão rural aos produtores das calhas dos rios Uaicurapá, Mamurú, comunidades do Caburi e Mocambo do Arari.

Tião Teixeira solicitou ação conjunta da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sempa) com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) para fazer diagnóstico da produção de guaraná de Parintins. O parlamentar destacou o protagonismo dos agricultores familiares do Rio Uaicurapá, área de maior cultivo da planta no município de Parintins.

O vereador enfatizou que tratou do tema na tribuna da Câmara Municipal de Parintins, porque tem observado a diminuição da produção de guaraná, em Parintins. “A gente tem conversado com os pequenos e médios produtores. Eu trabalho há mais de 30 anos nesse ramo. Isso é ruim para quem trabalha com esse produto agrícola que aquece a economia do nosso município, a partir da colheita no mês de novembro até meados de fevereiro”, explicou.

Agriguarani

Tião Teixeira destacou a atuação da Comissão de Setor Primário junto com a Associação de Produtores Rurais e Guaranicultores da Região do Rio Uaicurapá (Agriguarani), com sede na comunidade São Pedro do Marajó, para restabelecer a hegemonia da cultura agrícola. “Essa entidade privada, que tem 92 associados, se tornou utilidade pública, a partir de um Projeto de Lei de nossa autoria, sancionado pelo Poder Executivo, em 2019”, informou.

O vereador pontuou que a Agriguarani, presidida por Jahnny Gama Gonçalves, comercializou cerca de quatro toneladas de guaraná com a Coca-Cola na safra 2019/2020. “O Uaicurapá já chegou a produzir aproximadamente 30 toneladas, da década de 1980 até meados de 2005. Para voltar a crescer e os produtores terem uma renda melhor, o caminho é a associação. Daqui para frente, temos que trabalhar com assistência técnica junto com a Sempa e o Idam”, frisou.

De acordo com Tião Teixeira, o Projeto de Lei que concedeu Utilidade Pública para a Agrigurani já faz a diferença na vida dos produtores rurais da comunidade do Marajó e adjacências. “Parintins já foi um grande produtor de guaraná e eu creio nessa retomada. Apoiamos essa associação que faz negócio com o mercado nacional. Trabalhamos para reverter essa queda da produção e a ajudar a economia de centenas de famílias”, finalizou o vereador.  


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •