Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um depósito de óleo e pneus no porto de Beirute pegou fogo nesta quinta-feira (10), pouco mais de um mês depois que uma megaexplosão devastou quase metade da capital libanesa.

De acordo com os primeiras informações, o incêndio começou na zona portuária e criou uma enorme coluna de fumaça negra sobre a cidade, mas não há relato de feridos.

O exército libanês informou que seriam usados helicópteros para ajudar a extinguir as chamas. Ainda não se sabe o que pode ter iniciado o fogo.

Imagens de televisão mostraram bombeiros tentando apagar o incêndio no porto, na mesma região onde armazéns e silos de grãos foram destruídos pela explosão de 4 de agosto.

A imprensa local informou que o exército libanês estava começando a evacuar pessoas na proximidades. Em entrevista ao The Independent, Michel el-Murr, chefe da equipe de busca e resgate do corpo de bombeiros, disse que as autoridades já pediram reforços.

“Não sabemos exatamente o que está queimando, estamos tentando apagar o fogo, mas é muito grande, precisamos de uma mistura de água e espuma”, disse.

Pelo menos 190 pessoas morreram na tragédia do mês passado, além de mais de 6.000 feridos e 300 mil desabrigados. A explosão foi causada por um grande estoque de nitrato de amônio que foi mantido em más condições no porto por anos.

(Folha de S.Paulo)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •