Darlene Barbosa/SVM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O aposentado José Cândido de Oliveira, de 75 anos, morador de Jati, no interior do Ceará, disse neste sábado (22) que o rompimento de uma tubulação na barragem da região, na tarde de sexta (21), foi “um grande susto”. As informações são do portal G1.

O acidente fez com que ao menos 2 mil pessoas precisassem ser evacuadas da região ainda na madrugada. Não há registros de feridos.

A obra foi inaugurada em junho pelo presidente Jair Bolsonaro e faz parte do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco.

“Começou um corre-corre. Eu estava em casa, vi na estrada um monte de carro, um monte de gente correndo. A gente saiu de lá porque a gente estava correndo risco, não confiei de ficar lá. A sorte nossa é ter isso aqui [abrigo], se não ‘tava’ na rua. Não deu tempo pegar nada, só os documentos”, declarou José Cândido.

“Foi horrível, nunca vi na minha vida uma coisa assim. Era todo mundo correndo, dizendo que ia morrer, mandando correr para as áreas altas. Era mulher, menino, moto. Era muita água, era coisa feia. Tinha uma casinha embaixo, a água levou a casa, levou o poste, levou tudo. O pessoal deve ter saído na hora”, continuou.

O Ministério do Desenvolvimento Regional informou neste sábado que técnicos do governo e especialistas em segurança de barragens e em gestão de riscos realizam reparos na tubulação. Segundo o ministério, não há risco de rompimento da barragem.

“Foi horrível, nunca vi na minha vida uma coisa assim. Era todo mundo correndo, dizendo que ia morrer, mandando correr para as áreas altas. Era mulher, menino, moto. Era muita água, era coisa feia. Tinha uma casinha embaixo, a água levou a casa, levou o poste, levou tudo. O pessoal deve ter saído na hora”, continuou.

O Ministério do Desenvolvimento Regional informou neste sábado que técnicos do governo e especialistas em segurança de barragens e em gestão de riscos realizam reparos na tubulação. Segundo o ministério, não há risco de rompimento da barragem. Com informações de Metrópoles.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •