VEREADOR BESSA (SD) DISCURSANDO NO PLENARIO DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador Elissandro Bessa (Solidariedade) discursou na tribuna, durante o pequeno expediente, nessa segunda-feira (7/10), para relatar fatos classificados por ele como absurdos, que estão acontecem em pontos turísticos e shoppings de Manaus, como a cobrança de taxas altíssimas, para que as pessoas possam estacionar seus veículos nestes locais.

Segundo o parlamentar é cobrada uma taxa de 25,00 reais, por carro, para liberar a entrada no Porto de Manaus, um ponto muito acessado por turistas e moradores. Bessa informou que irá encaminhar uma denúncia ao Ministério Público, pedindo providências para esse caso.

O vereador ressaltou que o plano diretor da cidade, assegura a disponibilização de uma quantidade de vagas gratuitas, estacionamentos de estabelecimentos da cidade, como shoppings, hospitais, pontos turísticos, entre outros. De acordo com Bessa essa determinação não está sendo cumprida.

“Isso não pode acontecer. O porto faz parte da nossa cidade, é nosso, precisamos que isso seja esclarecido, não existe um tempo de carência, entrou no Porto, tem que pagar. Confio na competência do Ministério Público e precisamos colocar o plano diretor pra funcionar, fica o questionamento, cadê as vagas gratuitas nesses estabelecimentos? Já não basta as outras taxas que a população paga, isso precisa acabar, eu sou e sempre serei voz da população e dos trabalhadores dessa cidade, é pra isso que estou aqui”, concluiu o parlamentar.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •