Foto: Robervaldo Rocha - CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (Comdec), da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador André Luiz (PL) defendeu em suas redes sociais, a quebra do monopólio da companhia de gás no Amazonas (Cigas), para que o Estado possa abrir a livre concorrência para empresas privadas.

“Esse monopólio não pode ficar na mão de uma pessoa só, peço que a população cobre seus representantes, cobre os deputados estaduais que façam a coisa certa e quebrem esse monopólio, temos que abrir para novos mercados, com isso, mais empregos serão gerados no Estado, alavancando ainda mais a economia”, afirma André.

A expectativa era que o Projeto de Lei (PL) 153/2020, que institui o rompimento do contrato da concessão de gás, fosse votado na quarta-feira (3/6), na Assembleia Legislativa do estado do Amazonas (Aleam), mas a pauta do dia divulgada pelo presidente da casa, Josué Neto, não incluía o projeto.

O PL foi aprovado pelos deputados estaduais no mês de abril, mas foi vetado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, que afirma que montará uma comissão Especial de Estudos, com a finalidade de revisar e monitorar a legislação e a política estadual de energia e gás.

Abegás

A Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) defende a constância do veto e pede para que os deputados estaduais mantenham veto a PL que pode gerar prejuízos para o Amazonas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •