Foto: Divulgação/Faixa Liberada
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador Amauri Colares (Republicanos) demonstrou indignação com a quantidade de pessoas presentes no domingo (12), na reabertura da praia da Ponta Negra, Zona Oeste e, durante a sessão plenária da segunda-feira (13), pediu aos órgãos competentes fiscalização no local. A área foi liberada pela Prefeitura de Manaus após três meses interditada, por conta da pandemia do novo coronavírus. Conforme decreto governamental, a reabertura de praças e parques públicos está contemplada no 3º ciclo do plano de retomada gradual das atividades no Estado.

“Esse vírus ainda não foi embora, ele continua em nosso meio ceifando vidas. E foi triste ver pelos jornais a aglomeração de pessoas na praia da Ponta Negra. Crianças, jovens e idosos, sem o mínimo cuidado com esse vírus que continua matando no mundo, no Brasil e no nosso Estado. Aqui na Câmara nós exigimos desde a portaria que todos os funcionários e vereadores usem máscara e álcool em gel, assim como em todos os órgãos públicos. Então chamamos a atenção dos órgãos de fiscalização da nossa cidade para que não deixe mais isso acontecer”, pediu vereador.

A prefeitura informou, na sexta-feira (10), que o funcionamento do complexo turístico segue medidas de prevenção ao novo coronavírus, como manter o distanciamento social e o uso de máscaras. No entanto, diversas pessoas foram vistas sem máscaras caminhando pelo calçadão da praia da Ponta Negra. Na areia, o distanciamento mínimo de 1,5m e não foi respeitado pelos banhistas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •