Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador Reizo Castelo Branco (PTB) reuniu com o embaixador do Instituto Lixo Zero Brasil, Daniel dos Santos, nesta terça-feira (4), para discutir o Projeto de Lei n° 232/2020, que dispõe sobre o desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por meio de crédito adquirido pela população na troca de material reciclável, uma proposta do parlamentar ainda em tramitação na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Durante a reunião, Reizo detalhou passo a passo do projeto e como será feito o cadastro, os pontos de coleta, a pesagem do material reciclável e pontuação para obter desconto no IPTU.

Daniel dos Santos que soube da proposta de Reizo por meio de divulgação da imprensa e das redes sociais ressaltou o engajamento do vereador com a questão ambiental na cidade de Manaus, que também é autor da “Lei da Caminhada Manaus Limpa”, oriunda do Projeto de Lei 314/2017, que dedica um dia todo à educação ambiental, conscientização e coleta voluntária.

“Estou contente em saber que o vereador tem projetos de conscientização ambiental e descarte correto do lixo. A nossa cidade precisa de representantes que pensem no futuro. Somos residentes da capital do maior estado da Amazônia, e os igarapés e mananciais poluídos vão de encontro à preservação da natureza, pois as águas poluídas desaguam no maior rio de água doce do planeta, o rio Amazonas, de onde retiramos os nossos alimentos e de todas as espécies da floresta”, disse Daniel.

Números

O vereador apresentou os dados levantados por ele, sobre a quantidade de lixo e as despesas que o município tem por conta dos igarapés e mananciais poluídos.

De janeiro a dezembro de 2018, a coleta geral (manual e por balsa) de resíduos de igarapés e córregos foi de 9,6 mil toneladas, com o custo geral de R$ 14,9 mil.

De janeiro a dezembro de 2019, essa mesma coleta foi de 11, 3 mil toneladas, com o custo de R$ 15,9 mil. Em 2020, no período de janeiro a maio, foram coletadas 4,8 mil toneladas de resíduos de igarapés e córregos de Manaus, com média diária de 32 toneladas.

Para Reizo Castelo Branco, o interesse do instituto fortalece o Projeto de Lei, que quer incentivar mudanças de hábitos na população, por meio do trabalho de conscientização e valorização das cooperativas de reciclagem, além de contribuir com o meio ambiente, com a cidade que ficará mais limpa e com o bolso dos Manauaras com o desconto no IPTU.

“Eu fiquei muito feliz com o destaque do Projeto de Lei nas mídias e, agora, com o interesse do Instituto Lixo Zero Brasil, por meio do embaixador Daniel dos Santos. O meu gabinete está sempre de portas abertas para quem tiver interesse em colaborar com os projetos que eu apresento, e também para quem tiver projetos para mudar a vida dos manauaras, pode procurar o meu gabinete, estamos aqui para servir a população e interesse do povo”, ressaltou Reizo.

O Projeto vem ganhando apoio das empresas, da sociedade, da imprensa e agora do Instituto Lixo Zero Brasil. “Isso me encoraja ainda mais a apresentar projetos para a população. Para mim, a proteção ambiental é uma questão de saúde pública”, enfatizou o parlamentar.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •