Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O senador Major Olímpio (PSL-SP) usou o Twitter na noite deste sábado (11) para dar um recado: se o PSL se reaproximar de Jair Bolsonaro, o militar deixará o partido.

“Ao ler matéria jornalística dando conta que Bolsonaro busca reaproximação com o PSL para ampliar sua base, e que ligou para Bivar e que o vice-presidente do partido, Rueda, e Flávio Bolsonaro costuram a aproximação, me deu vontade de vomitar!”, escreveu Olímpio.

“Eu disse no grupo de parlamentares do PSL: se isto acontecer, sentirei muita saudade do partido. TCHAU QUERIDOS!”, completou o senador.

Olímpio, em sua postagem, se referiu à matéria do jornal O Globo que da conta de uma suposta tentativa de reaproximação de Bolsonaro com seu ex-partido, o PSL, na tentativa de formar uma base no Congresso e, assim, evitar um pedido de impeachment.

Segundo a reportagem, Bolsonaro já teria telefonado para o presidente da legenda, Luciano Bivar, com quem estava rompido e, ao mesmo tempo, já está negociando cargos com o centrão – em detrimento dos congressistas bolsonaristas mais radicais.

O presidente saiu do PSL em novembro de 2019 e, desde então, tenta formar seu próprio partido, o Aliança Pelo Brasil.

Atualmente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem mais de 30 pedidos de impeachment contra Bolsonaro em sua gaveta. Nenhum deles foi arquivado, ao passo que o parlamentar também não sinalizou dar prosseguimento a nenhuma das peças que pedem o afastamento do capitaõ da reserva. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •