Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O advogado que defendeu Jair Bolsonaro em duas ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu de Frederick Wassef R$ 276 mil. As ações foram movidas a partir de declarações feitas por ele contra Maria do Rosário.

Segundo o jornal O Globo esses pagamentos estão no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras sobre as movimentações suspeitas de Wassef. De acordo com os documentos, Arnaldo Busato Filho entrou na defesa de Bolsonaro perante o STF em junho de 2017.

Busato afirmou ao jornal que não cobrou honorários para defender Bolsonaro e que os pagamentos foram referentes a um inquérito em que ele e Wassef era parceiros, no Maranhão. Com informações de Jornal de Brasília.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •